Quem tem uma micro, pequena e média empresa sabe que o crescimento de um negócio envolve inúmeros desafios, geralmente ligados à falta de profissionalização.

Por isso, embora elas tenham um papel importante para a economia do país e para a geração de empregos, os empreendedores ainda precisam investir nas práticas corretas de gestão para se fortalecer ainda mais.

Neste artigo, vamos falar sobre as dificuldades mais comuns e apresentar uma ótima solução para você gerir a distribuição de produtos!

Quais são os principais desafios enfrentados por micro, pequena e média empresa?

Investir na capacitação e na gestão dos profissionais é fundamental para o crescimento das micro, pequenas e médias empresas.

1. Capacitação de profissionais

A maioria das pequenas e médias empresas nascem da vontade de alguém querer se aventurar em um novo negócio. Portanto, é normal ver empreendedores investindo os próprios recursos e tocando o negócio com base na intuição.

Talvez dê certo no começo, mas, a longo prazo, a empresa corre o risco de não sobreviver. Afinal, a motivação para dar o melhor não costuma ser o suficiente.

Todo negócio de sucesso precisa de pessoas preparadas para fazer a gestão de forma profissional. Assim, além de investir na própria qualificação, preocupe-se em contratar colaboradores capacitados para assumir as funções.

2. Gestão de pessoas

Embora nem todo dono de empresa se dê conta disso, as pessoas são os recursos mais valiosos de qualquer negócio. Mas o problema é que são poucos os que apostam em estratégias de contratação e retenção de talentos.

As lideranças devem fazer tudo o que está ao alcance delas para oferecer as melhores condições de trabalho para os funcionários.

Ainda, não é por que o empreendimento é pequeno que não deve existir um programa de carreira. A motivação dos profissionais no ambiente de trabalho está intimamente ligada ao sentimento de valorização e às perspectivas de crescimento.

3. Investimento em tecnologia

Otimize e acelere sua micro, pequena e média empresa com o auxílio da tecnologia.

O dono de uma micro, pequena e média empresa também pode – e deve! – investir em tecnologia, viu? Não se trata de algo restrito às organizações de grande porte. E não significa que você tenha que contratar um sistema de gestão complexo.

Entretanto, a tecnologia colabora com o funcionamento do negócio, além de ser fundamental para fazer a empresa crescer. É preciso estar com o olhar voltado para o futuro!

Mesmo que seja necessário investir recursos financeiros, os retornos estão aí para mostrar que compensa. Além de modernizar suas operações, você consegue melhorar a satisfação dos clientes e aumentar o nível de produtividade dos colaboradores.

4. Estratégia de marketing

Outro mito que ronda as pequenas e médias empresas é de que o marketing funciona apenas para as grandes. Isso não é verdade.

Porém, a falta de conhecimento faz com que muitos empreendedores não vejam a importância dele ou tomem a iniciativa de criar ações de divulgação. 

Diante da alta concorrência no mercado, apostar em estratégias para se destacar faz toda a diferença, principalmente pensando nos ambientes digitais.

Mas, para isso, é importante contratar alguém com as habilidades necessárias para colocar as estratégias em prática, alcançar o público-alvo e impulsionar as vendas.

5. Gestão financeira

Vamos falar mais uma vez dos problemas de gestão. Dessa vez, especificamente sobre as questões financeiras.

Quando o negócio é administrado em família ou tem apenas um dono, é comum os recursos financeiros pessoais serem misturados aos da empresa. Mas isso não deveria acontecer!

As finanças da pequena e média empresa precisam estar muito bem organizadas. Quem controla o caixa precisa acompanhar os gastos, fazer os pagamentos, criar uma reserva para emergências, etc.

Do contrário, é bem provável que o negócio acabe tendo prejuízos em algum momento, pela simples falta de organização.

6. Controle de estoque e distribuição

Fazer as matérias-primas e produtos girarem é fundamental para garantir a saúde do negócio. Afinal, estoque parado é sinônimo de perda de dinheiro.

Isso significa que o controle de estoque precisa ser uma das prioridades das pequenas e médias empresas.

Nesse sentido, os investimentos em sistemas de gestão de estoque e espaços adequados para armazenar produtos são sempre bem-vindos.

Conte com a solução que a sua PME tanto precisa!

A gente sabe que fazer uma boa gestão das mercadorias é uma tarefa complicada. Por isso, nada melhor que contar com uma solução adequada, como a oferecida pelo Guarde Aqui.

Você consegue agregar valor ao seu negócio por meio da locação de boxes self storage para utilizar como armazenagem e estocagem de suas mercadorias, cross docking, dark store ou para a etapa last mile. Além disso, é possível escolher o melhor sistema de armazenagem para otimizar os processos do seu negócio.

E sabe qual é a outra vantagem?

As unidades do Guarde Aqui estão localizadas em pontos estratégicos de grandes centros urbanos, o que colabora com a logística de distribuição dos seus produtos.

Ficou interessado em saber mais sobre o self storage? Então confira todos os benefícios que o serviço oferece para a sua empresa!

Autor

Márcio Martins

“Comecei no ramo do self storage em 1995 na Kipit, pioneira do Brasil, fundada em 1993. Fui gerente desta mesma empresa entre 1995 e 2017, e assumi a gerência regional do GuardeAqui em março de 2017. Sou formado em administração, com ênfase em marketing e, atualmente, sou responsável pelo departamento GuardeAqui Empresas, na área de carteira de Pessoa Jurídica”

Deixe seu comentário