A logística sustentável inclui vários processos que ajudam a diminuir os impactos socioambientais causados pelas atividades das organizações.

Qualquer um que acompanhe o que vem acontecendo com o planeta sabe da urgência de cuidarmos melhor do meio ambiente. Nesse sentido, as empresas também devem assumir o seu papel.

É justamente por isso que a logística sustentável existe!

Continue lendo para entender como ela funciona, quais são suas contribuições para a sustentabilidade e como aplicá-la na sua empresa.

O que é logística sustentável?

O conceito de logística sustentável nasceu a partir da preocupação da gestão empresarial em relação à preservação ambiental. Em outras palavras, a ideia era criar processos logísticos alinhados a um crescimento econômico e social sustentável.

Por isso, fazem parte da sustentabilidade na logística, práticas de combate ao desperdício de recursos, redução dos impactos gerados pelos detritos e valorização do capital humano.

Além disso, algumas empresas perceberam o quanto as parcerias com outras organizações podem colaborar com a criação de soluções ligadas ao:

  • Consumo de água;
  • Emissão de gases poluentes;
  • Desperdício de insumos;
  • Destinação do lixo;
  • Entre outros desafios ambientais.

A logística sustentável também inclui ações nas comunidades locais onde as empresas estão inseridas. Afinal, não podemos nos esquecer que a sustentabilidade se baseia em 3 pilares: ambiental, social e econômico.

Assim, é importante que as organizações tenham um papel ativo na geração de empregos para trabalhadores locais e na melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Como a logística pode contribuir com a sustentabilidade e preservação ambiental?

Países por todo o mundo estão comprometidos pela preservação ambiental e pela sustentabilidade.

Não é de hoje que países do mundo inteiro estão comprometidos com a diminuição da emissão de gases do efeito estufa. Do mesmo modo, ao adotar uma postura de logística reversa e sustentabilidade, as empresas seguem o mesmo caminho.

Além disso, também contribuem com a sustentabilidade ao tomarem medidas de combate aos desperdícios e uso consciente de recursos.

Ao mesmo tempo, essas práticas ligadas à preservação ambiental trazem benefícios para o negócio.

De um lado, atraem investidores que valorizam as empresas comprometidas com a sustentabilidade. Do mesmo modo, chamam a atenção do público que se importa com a postura e os valores das marcas que consome.

A partir dessa perspectiva, fica fácil entender como a logística sustentável ajuda a aumentar a competitividade das empresas no mercado. Além de se diferenciarem das concorrentes, conseguem aumentar os lucros, reduzir custos, fidelizar clientes, etc.

Portanto, estamos falando sobre resultados a longo prazo.

Para que os negócios possam crescer, precisamos de recursos e pessoas. Ou seja, as organizações devem andar de mãos dadas com o desenvolvimento da sociedade.

Qual a relação da logística sustentável com a logística reversa e sustentabilidade?

A política de logística reversa é uma das práticas presentes na logística sustentável. O objetivo principal dela é dar o destino mais adequado para os resíduos sólidos produzidos pelas atividades das empresas.

Por se tratar de um processo bem estruturado, a adoção da logística reversa e sustentabilidade, é relativamente simples. Não é à toa que organizações do mundo inteiro já estão colocando isso em prática.

A partir do controle do fluxo de materiais ao longo da cadeia produtiva, os recursos são reaproveitados, diminuindo o acúmulo deles no meio ambiente.

Se pararmos para pensar, esta deveria ser uma preocupação de todos, já que faz algum tempo que a sociedade tem conhecimento sobre os problemas causados pela acumulação inadequada de resíduos sólidos.

Além de contaminarem os solos e os lençóis freáticos, atraem vetores que causam doenças e seus processos de queima intensificam a poluição atmosférica

Em 2010, o governo brasileiro criou uma lei (Lei n° 12.305/10) que atribui responsabilidade a diversos atores, desde fabricantes até cidadãos, em relação ao manejo de resíduos sólidos.

Chamada de Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), essa lei definiu os objetivos, princípios e instrumentos usados tanto na reciclagem e reaproveitamento de resíduos quanto no descarte correto.

Como criar uma logística sustentável na empresa?

A mudança para uma logística sustentável deve se iniciar com a mudança de pensamento dos gestores da empresa em relação a preservação ambiental.

Se a liderança não entende a importância de cuidar das pessoas e do meio ambiente, o sucesso da logística sustentável fica comprometido. É preciso vencer toda e qualquer possível resistência por parte dos gestores.

Outro ponto importante é fazer pesquisas para descobrir quais são as melhores práticas para evitar o desperdício de insumos, descobrir destinos adequados para os resíduos e melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Com isso, a empresa pode elaborar um planejamento estratégico em que os processos logísticos estejam alinhados à realidade e o objetivo do negócio.

Entre as práticas que não podem ficar de fora do plano, estão, por exemplo:

  • Consumo consciente de água e energia;
  • Coleta seletiva;
  • Uso de embalagens biodegradáveis;
  • Rotas de distribuição planejadas para diminuir o consumo de combustível;
  • Análise do ciclo de vida dos produtos;
  • Discussões com a comunidade voltadas à responsabilidade social.

Otimize os processos de logística sustentável da sua empresa!

Depois de entender mais sobre o assunto, é impossível fechar os olhos para a importância de adotar práticas de logística reversa e sustentabilidade na logística da empresa.

E você certamente deseja que isso aconteça com tranquilidade, certo?

Por isso, é importante contar com soluções mais eficientes, como a oferecida pelo Guarde Aqui. Os boxes self storage podem ser a solução para seus processos logísticos, incluindo aqueles relacionados à sustentabilidade.

As unidades do Guarde Aqui ficam localizadas em pontos estratégicos nos grandes centros urbanos do país, facilitando as práticas de logística sustentável e distribuição. 

Além disso, o Guarde Aqui possui boxes self storage de diversos tamanhos para as empresas armazenarem e estocarem seus produtos, exceto produtos perecíveis, tóxicos ou inflamáveis.

Ficou interessando em saber mais sobre o assunto? Então confira outros conteúdos do nosso blog sobre soluções de armazenamento!

Autor

Marcelo Balogh

Comecei minha carreira no GuardeAqui há mais de 12 anos. Na época, era assistente e, com o passar do tempo fui crescendo e aprendendo muito dentro da empresa. Sou formado em logística e em outros cursos da área e, hoje, ocupo o cargo de gerente regional. Além disso, também atuo no auxílio de expansão e novos negócios com a aquisições de novas unidades.

Deixe seu comentário