Como o nome diz, o revendedor é o profissional que revende produtos de uma determinada empresa e ganha uma porcentagem em cima das vendas.

Por trabalhar como autônomo, não possui vínculo com as empresas. Dependendo do caso, o revendedor pode até abrir uma unidade física e montar a sua própria equipe de vendas.

É possível trabalhar em diversos ramos, como cosméticos, vestuário, semijoias, utensílios de cozinha, produtos de bebê, entre tantos outros.

Ficou interessado?

Continue lendo para conhecer os benefícios dessa profissão e conferir as melhores dicas para quem deseja começar!

Quais as vantagens de trabalhar como revendedor?

Como revendedor você trabalha para você mesmo e faz o seu próprio horário de trabalho.

Ser o próprio chefe

Como qualquer profissional autônomo, o revendedor tem total autonomia em relação ao próprio trabalho. Ou seja, não tem ninguém cobrando resultados.

Esse senso de responsabilidade costuma trazer mais satisfação, além de menos estresse no dia a dia.

Portanto, é ele quem define o ritmo de trabalho e as metas de venda. Se quiser trabalhar mais para tirar uma grana extra ou ter uma rotina mais leve, a decisão cabe a ele.

Ter horários flexíveis

A flexibilidade de horários é uma das maiores vantagens na vida do revendedor. É ele quem escolhe os dias da semana e os horários de trabalho.

Com isso, é possível conciliar a rotina profissional com outras atividades, obrigações e compromissos.

Caso você esteja em busca de uma rotina de vida mais flexível, trabalhar revendendo produtos de uma empresa pode ser uma ótima escolha.

Aumentar a renda mensal

Como revendedor, o quanto você ganha por mês está nas suas mãos. Sendo assim, se estiver precisando aumentar a renda, a saída é trabalhar mais.

Além disso, tem gente que concilia as atividades de revenda com outro trabalho para ter uma renda extra.

Fortalecer a rede de contatos

Na busca por clientes, os revendedores acabam conhecendo muita gente, potencializando o seu networking.

Com isso, é possível não apenas ampliar a rede de contatos, como também encontrar oportunidades de crescimento profissional e geração de negócios.

6 dicas para quem deseja tornar-se um revendedor

É importante conhecer e acreditar no produto antes de começar a revender.

1. Escolha um produto no qual você acredite

Para se dar bem nas revendas, não adianta sair oferecendo qualquer produto por aí. É importante que você trabalhe em uma área do seu interesse. Dessa forma, você vai ter mais motivação no dia a dia.

Ainda, escolha um produto em cujo potencial você acredita, pois isso vai contribuir com a sua capacidade de persuasão, melhorando os resultados no final do mês.

2. Monte um plano de negócio

Ser dono do próprio negócio envolve ter mais responsabilidades. Por isso, é fundamental que você faça um planejamento para não passar sufoco.

Isso porque o fluxo de vendas nem sempre é estável. Dependendo do mês, você vai vender mais ou menos produtos.

Pensando nisso, um bom revendedor é aquele que está financeiramente preparado para lidar com os altos e baixos.

3. Estude os modelos de remuneração

Cada empresa trabalha com um modelo diferente de remuneração. Isso significa que a porcentagem sobre as vendas pode variar bastante.

Sendo assim, você deve analisar muito bem os termos do contrato antes de começar. E saiba que algumas marcas exigem que os revendedores abram uma MEI para emissão de notas.

4. Invista em qualificação profissional

Se quiser aumentar os seus ganhos, não deixe de buscar qualificação constantemente.

Afinal, o conhecimento é que vai ajudar você a melhorar sua divulgação, conquistar mais clientes e encontrar as melhores estratégias.

5. Aprenda a administrar as finanças

Tendo em mente as variações de rendimento, o revendedor precisa ter cuidado com as finanças para não se endividar. Confira as melhores dicas:

  • guarde todo mês um valor para o “fundo de emergência”;
  • faça um controle de vendas por meio de planilhas ou aplicativos específicos;
  • nunca comprometa toda a sua renda mensal;
  • não misture as contas pessoais com as contas do negócio.

6. Conte com a melhor solução para armazenar mercadorias

O revendedor pode utilizar os self storages para armazenar e estocar as mercadorias.

Se você resolver trabalhar com revendas, ou já é um revendedor, vale a pena investir em um bom sistema de armazenagem e estocagem, e também investir em um inventário de estoque. Com isso, você consegue controlar sua mercadoria, evitando gastos desnecessários e consequentemente aumentar os seus ganhos.

Se você está procurando por soluções inteligentes de espaço. O Guarde Aqui é a solução! Os contratos são mensais e os espaços são flexíveis: com boxes self storage de 1 m² a 500 m² você pode aumentar ou diminuir o tamanho de acordo com sua demanda. 

Além de seguirem o padrão internacional, os boxes contam com limpeza e monitoramento 24h nas áreas comuns, local seguro para os seus produtos.

Saiba que eles podem ser usados para armazenar todo tipo de mercadoria, exceto produtos perecíveis, tóxicos ou inflamáveis.

Vale dizer também que as unidades do Guarde Aqui estão localizadas em pontos estratégicos de grandes centros urbanos, facilitando a distribuição dos produtos e a logística de venda.

Precisa do serviço de self storage para fazer o seu negócio crescer? Acesse o site do Guarde Aqui para saber mais!

Descomplica! Guarde Aqui.

Autor

Cid dos Santos

Faço parte da equipe GuardeAqui há mais de 6 anos e, apesar de ser formado em Marketing, minha experiência profissional é proveniente da área administrativa. Entendo que o conceito de self storage é novo e desconhecido para muitos brasileiros, por isso acredito que a explicação e apresentação das nossas funcionalidades é de extrema importância.

Deixe seu comentário