Gestão de estoque é o gerenciamento do fluxo de mercadorias de uma loja virtual que envolve os processos de compra de produtos, armazenamento e venda. O seu objetivo é garantir a boa organização dos itens e a quantidade correta para suprir a demanda de um empreendimento. 


A gestão de estoque é algo fundamental para todas as empresas. Afinal, os seus produtos ou serviços representam o capital investido no negócio e é com as vendas dessas mercadorias que um e-commerce obtém lucro.

Por isso, é importante realizar uma planilha de controle de estoque adequada de modo a atender seus consumidores e as demandas com mais qualidade e agilidade. Assim, é possível obter mais destaque no mercado, atrair novos clientes e reduzir os custos de outros processos de logística.

Acompanhe este conteúdo e veja tudo que você precisa saber sobre a gestão de estoque.

O que é gestão de estoque?

De forma geral, a gestão de estoque envolve a organização, o planejamento e o armazenamento de produtos, matéria-prima e equipamentos. A partir disso, uma empresa é capaz de administrar de forma eficiente o fluxo de entrada e saída de produtos.

Essa etapa é fundamental para um e-commerce que deseja lucrar e conquistar mais vendas. No entanto, muitos empreendedores ignoram essa atividade devido à falta de informações sobre como realizá-la. 

Geralmente, esse processo visa monitorar as mercadorias armazenadas a fim de atender os pedidos realizados na loja virtual sem causar problemas ou prejuízos para o negócio. Além disso, ele ajuda o vendedor a prever o que deve ser reposto no estoque e quais itens devem ser comprados.

Quais são as vantagens de fazer um controle de estoque?

Fazer uma gestão de estoque exige dedicação e trabalho para monitorar tudo que entra e sai da empresa. Contudo, esse processo traz grandes vantagens para os lojistas. 

Nesse momento, é importante ter em mente que um estoque cheio de mercadorias não é sinônimo de sucesso, pois também pode representar um investimento paralisado.

Hoje, é possível facilitar essa tarefa com o uso de tecnologias e ferramentas que otimizam o processo e garantem mais eficiência para o empreendimento, como uma plataforma de e-commerce

Alguns motivos para manter o controle de estoque com frequência são:

  • Facilita a organização do fluxo de caixa;
  • Aumenta as vendas;
  • Zela pela reputação da empresa;
  • Impede que haja o excesso ou falta de mercadorias no site;
  • Auxilia na tomada de decisões futuras do e-commerce;
  • Evita erros.

Quais são os principais métodos de gerenciamento de estoque?

Agora que você sabe o que é gestão de estoque e suas vantagens, conheça os principais métodos de gerenciamento. 

Custo Médio

O custo médio é uma forma de gestão que soma o valor dos itens em estoque com as mercadorias novas, dividindo pelo total de produtos. O resultado obtido nessa conta é o custo médio do produto e diz respeito ao valor utilizado para calcular a tributação do e-commerce.

Portanto, esse método estabelece um custo médio moderado a uma grande quantidade de mercadorias semelhantes, em vez de o custo dos seus valores individuais.

Algumas vantagens de implementar esse método de gestão de estoque em um site de vendas é a solução de problemas que envolvem grandes volumes de mercadorias por preços semelhantes, às unidades iguais ou que demoram para ser rastreadas e o gasto com materiais e custos de produção inesperados.   

Curva ABC

Esse método chamado curva ABC calcula o valor dos itens do estoque com base na sua importância para o e-commerce. Isso inclui os itens de risco, sob demanda e dados de custo — o que se refere aos custos das mercadorias, ao quanto os consumidores compram e a possibilidade de vendas da loja virtual. 

Essa tática de gerenciamento ajuda os lojistas a compreender quais produtos são mais relevantes para o sucesso financeiro do seu empreendimento. Assim, é possível investir nas ações certas para vender mais e atender as necessidades do seu público.

Portanto, conforme o volume de vendas ou lucro os itens são divididos em Classe A, B ou C, sendo respectivamente os itens mais importantes primeiro até chegar no menos importante.

A principal vantagem dessa metodologia é o conhecimento sobre o giro de estoque e a possibilidade de otimizar as operações.

PEPS

PEPS é uma sigla para “Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair”, sendo um dos métodos mais utilizados pelos vendedores. Isso significa que os produtos que chegam no estoque são os primeiros a sair. 

Ele busca retirar um item de acordo com a ordem cronológica. Um dos seus  benefícios é a redução de desperdícios, já que, obrigatoriamente, todos os produtos devem sair.  

UEPS

Essa tática é o contrário de PEPS, logo, o último produto a entrar no estoque é o primeiro a sair. Geralmente, esse método ajuda a vender os itens mais caros primeiro, já que as mercadorias mais baratas tendem a já estarem armazenadas. 

Just in Time

A venda just in time, ou “na hora certa” em português, tem como objetivo manter a menor quantidade de produtos em um armazém para evitar desperdício. Contudo, para que ela funcione é necessário ter parceria com um fornecedor que trabalhe com prazos de entrega rápidos.

Esse modelo é bastante recomendado para a gestão de um estoque menor. Ainda, ele é indicado para lojas virtuais que querem reduzir os custos de armazenagem

Como fazer o controle de estoque?

Como apresentamos, existem diferentes métodos para realizar o gerenciamento de estoque na hora de criar um site de vendas e esse processo oferece muitas vantagens aos comerciantes que desejam obter sucesso nesse mercado. Afinal, para garantir o aumento das vendas é importante que suas operações sejam otimizadas. 

Por isso, separamos um passo a passo de como fazer uma boa gestão de estoque na sua empresa. Confira! 

Crie um inventário de estoque

O primeiro passo para realizar um gerenciamento de estoque eficiente é listar e cadastrar todos os produtos estocados e suas respectivas quantidades. Mantenha sempre esse registro atualizado. 

Para isso, revise as informações do fluxo de produtos e lembre-se de incluir a data de movimentação. Uma dica para facilitar esse processo é contar com ferramentas que automatizam essa tarefa e garantem mais precisão nos dados. Você também pode separar as mercadorias por categorias e de acordo com as suas características. 

Treine os colaboradores

A sua equipe deve estar preparada para lidar com os produtos que você vende e executar todas as atividades que envolvem a gestão do estoque desses itens. Por isso, capacite seus profissionais para administrarem suas mercadorias de forma eficiente e de uma maneira que funcione para seu negócio. 

Assim, é possível manter o controle de estoque e assegurar que os consumidores continuem comprando na sua loja. 

Otimize o estoque

Outro processo importante da gestão de estoque é observar se os produtos armazenados estão sem faltas ou em excesso. Ou seja, é preciso encontrar um equilíbrio conforme o fluxo de vendas da sua empresa. 

Após isso, é possível otimizar esse processo e entender as reais possibilidades de venda do seu e-commerce. 

Conte com bons fornecedores

Ter fornecedores confiáveis para vender as mercadorias para seu negócio é importante para manter um fluxo de vendas adequado, além de garantir a disponibilidade dos itens e o cumprimento dos prazos de entrega aos consumidores. 

Com isso, é possível evitar o atraso nos envios, a insatisfação dos clientes e a falta de mercadorias no seu e-commerce. Além disso, se uma entrega atrasar a reputação da sua loja também pode ser prejudicada.

Saiba também sobre os fornecedores de dropshipping.

Promova os produtos parados

Uma gestão de estoque eficiente também envolve a divulgação dos produtos que estão parados no estoque. Para isso, é interessante desenvolver um plano de marketing a fim de criar estratégias que gerem mais vendas e evitem que os produtos fiquem encalhados no estoque. 

Um exemplo disso são as ações de descontos e promoções para vender os itens mais baratos de modo que eles saiam do estoque. 

Quais são os riscos de não fazer uma boa gestão de estoque?

O principal objetivo de realizar o controle de estoque é oferecer aos seus consumidores os produtos que eles desejam, no prazo indicado na sua página de vendas e com uma boa qualidade.

Geralmente, quando os lojistas não dão atenção para esse gerenciamento é provável que essa etapa seja negligenciada, o que gera diferentes riscos e problemas para a empresa, como: 

  • Insatisfação dos clientes;
  • Menor lucro;
  • Falhas nas operações; 
  • Falta de itens no estoque;
  • Gastos desnecessários;
  • Atraso nas entregas;
  • Falta de informações.

Resumo

A gestão de estoque deve ser realizada pela maioria dos empreendimentos no ambiente físico e digital. É com essa ação que as empresas garantem mais vendas, melhoram seus resultados e conquistam mais compradores. Portanto, aplica as dicas deste conteúdo e organize suas mercadorias de forma eficiente e produtiva.

Autor

Giovanna Parra

Giovanna Parra é a responsável pelas parcerias de conteúdo da Nuvemshop, a maior plataforma de comércio digital da América Latina, com mais de 90 mil lojas ativas. Formada em marketing e gestão financeira, ama entender e ajudar as pessoas.

Deixe seu comentário