Quando se trata de logística de vendas, há uma série de desafios a serem enfrentados desde o momento em que o produto é fabricado até a sua entrega ao cliente final. Neste meio tempo, há uma etapa conhecida como last mile, ou última milha.

Agilizar os processos que ocorrem dentro da last mile, principalmente em lojas que trabalham com vendas pela internet, é algo crucial para garantir a imagem positiva da marca e, é claro, satisfação do consumidor.

Com base nesse contexto, preparamos o conteúdo de hoje para que você entenda o que é last mile, qual a importância e como ele pode ser otimizado com o auxílio de um self storage. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

Mas, afinal, o que é last mile?

A partir do momento em que um produto é comprado em um e-commerce, todo um processo logístico longo e complexo se inicia para que a mercadoria seja entregue em seu local de destino. O termo last mile é utilizado para se referir a esta etapa final da entrega.

Dentro da logística de transporte de produtos, a última milha envolve todos os processos relacionados à distribuição, isto é, desde a sua saída do CDD até chegar nas mãos do comprador, seja ela B2B ou B2C.

Por que o last mile é importante?

Em um cenário altamente competitivo como o atual, fazer com que a marca se destaque diante da concorrência não é uma tarefa fácil. Para atrair a atenção do consumidor é preciso investir em diferenciais, como a qualidade do produto, um atendimento diferenciado e o cumprimento dos prazos de entrega.

Uma entrega bem feita e dentro do prazo estipulado pode fazer com que o cliente sinta-se valorizado pela loja. Afinal, é na última milha que os consumidores ficam ansiosos enquanto aguardam o recebimento do produto desejado. 

Surpreendê-los positivamente na last mile pode ser uma estratégia interessante para fazer com que a marca deixe uma boa impressão.

Sendo assim, a última milha é crucial pelo fato de ser decisiva na experiência de consumo do cliente em relação à empresa, já que ele avaliará as condições em que a encomenda chegou em suas mãos e o tempo de entrega, e isso pode garantir a fidelização e a recorrência de compras.

Com base nesse contexto, torna-se evidente que o papel do last mile é indispensável para lojas virtuais, visto que essa etapa pode ser decisiva para que o consumidor faça uma avaliação positiva ou negativa.

Self storage e o last mile

Nos próximos tópicos, você verá uma série de dicas sobre como melhorar o last mile utilizando um self storage para a sua loja virtual.

Planejar

Como base de qualquer negócio, o planejamento é fundamental. Uma das vantagens de usar o self storage em sua last mile é que, diferente de ter um único CDD fixo, você pode escolher um box localizado em um ponto estratégico, no qual o tempo de entrega seja reduzido.

Informação

Em tempos de informação digitalizada, é sempre importante manter seus clientes informados em relação ao andamento pelos quais o produto está passando. Sendo assim, ao escolher um self storage, a separação no estoque pode ser otimizada, visto que o box pode ser organizado de forma que a mercadoria fique à vista.

Tecnologia

Não é preciso ser especialista ou ter conhecimento técnico avançado em informática para saber que o uso de softwares de gestão pode facilitar bastante a logística, gerando economia de tempo e eliminando falhas nos processos, pois todos os dados permanecem reunidos em um único lugar e podem ser atualizados automaticamente.

Nesse contexto, considere utilizar o GPS para permitir que o produto seja rastreado do last mile até o cliente.

Malha de distribuição

A malha de distribuição envolve uma série de processos como a cadeia de produção, a estocagem dos produtos e a distribuição das mercadorias, isto é, centros de distribuição, terminais, fábricas, fornecedores e clientes. 

O self storage pode facilitar bastante toda essa logística, encurtando o processo, já que ele permite que o produto esteja sempre mais perto do consumidor final, o que é muito importante para garantir a sua satisfação, como já mencionamos neste conteúdo.

Além disso, o self storage pode reduzir os custos com a contratação mensal de imóveis, como galpões logísticos, o que também elimina gastos com energia, água e segurança, por exemplo.

Afinal, o self storage oferece tudo isso, mas com um custo significativamente mais baixo, já que tudo depende do tamanho do box que a loja escolher.

Para concluirmos este post sobre a relação entre last mile e self storage, vale destacar que o self storage oferece bastante flexibilidade aos seus contratantes em termos de autonomia para aumentar ou reduzir o tamanho dos boxes, conforme as necessidades e demandas do negócio, o que pode ser muito positivo para a sua última milha, tanto em períodos de baixa quanto de alta nas vendas.

Este artigo sobre last mile foi útil para você? 

Então aproveite para conferir o blog do GuardeAqui! Postamos diversas dicas e conteúdos informativos interessantes sobre empreendedorismo e logística!

Autor

Márcio Martins

“Comecei no ramo do self storage em 1995 na Kipit, pioneira do Brasil, fundada em 1993. Fui gerente desta mesma empresa entre 1995 e 2017, e assumi a gerência regional do GuardeAqui em março de 2017. Sou formado em administração, com ênfase em marketing e, atualmente, sou responsável pelo departamento GuardeAqui Empresas, na área de carteira de Pessoa Jurídica”

Deixe seu comentário