A tecnologia está cada vez mais presente no cotidiano da sociedade moderna. Dispositivos móveis e acesso facilitado à internet permitem que tenhamos o mundo na palma de nossas mãos. Com isso, os aparelhos eletrônicos pouco utilizados ou que vão se tornando obsoletos acabam ficando de lado.

Pensando nesta questão, preparamos este conteúdo para que você conheça as melhores dicas sobre como guardar aqueles aparelhos eletrônicos que não têm mais tanta utilidade, mas que ainda carregam valor sentimental e não podem ser armazenados de qualquer jeito.

Continue a leitura do post para saber mais sobre o assunto!

Como guardar aparelhos eletrônicos com pouco uso?

Aparelhos eletrônicos são itens que exigem cuidados específicos para armazenamento, visto que são compostos por peças e componentes sensíveis aos efeitos do tempo como umidade, calor, mofo e pó.

Veja a seguir uma série de dicas para guardar os aparelhos eletrônicos com pouco uso de forma segura, garantindo muito mais tempo de vida útil aos dispositivos.

O que vai e o que fica

O primeiro passo é se planejar adequadamente para economizar tempo, evitar estresse e não correr o risco de acabar descartando algo que não deveria. Para isso, comece separando todos os itens em locais diferentes. Separe o que deve ser armazenado, porque pode ser utilizado algum dia, e o que não tem mais serventia.

A palavra-chave aqui é desapego. Livre-se do que só está acumulando poeira e ocupando espaço e guarde os aparelhos eletrônicos que ainda funcionam e podem ter utilidade reais novamente.

Limpeza

Antes de embalar os aparelhos eletrônicos é altamente recomendado que você faça uma boa higienização. O fato é que as camadas de pó acumulado sobre a superfície, juntamente com a umidade do ar, são fatores que favorecem a proliferação de bactérias, causando mofo com o decorrer do tempo.

O mofo, por sua vez, é um dos principais vilões de equipamentos e dispositivos eletrônicos, visto que corroem os componentes elétricos, ressecam a fiação e podem causar danos permanentes ao objeto.

Tome cuidado ao fazer a higienização, pois esse tipo de equipamento é bastante sensível. Utilize um pano seco para as partes externas e um pincel macio para as partes internas mais expostas. Jamais utilize água, produtos de limpeza ou objetos abrasivos.

Embalar

Após fazer uma boa limpeza e remover todo o pó dos aparelhos eletrônicos, é o momento de fazer o embalamento dos seus dispositivos. Isso não apenas garante que eles se mantenham limpos e com menos exposição aos efeitos do tempo, como também os protege contra impactos entre si.

Longe da umidade e do sol!

Outro grande problema para os aparelhos eletrônicos é o contato direto com a luz do sol e a umidade. Esses dois fatores juntos são capazes de encurtar o tempo de vida útil de um equipamento tecnológico de forma significativa.

Sendo assim, o ideal é guardar os seus pertences em um local seco e com sombra. Na próxima dica mostraremos uma boa alternativa para isso.

Segurança

Por fim, mas não menos importante, é preciso ter a certeza de que os seus aparelhos eletrônicos serão guardados em total segurança. Afinal, você não quer uma coisa a mais para se preocupar em meio a uma rotina corrida, não é verdade?

Sendo assim, se a ideia é ter tranquilidade e a certificação de que os seus pertences estarão seguros não apenas contra roubos, mas também contra umidade, pó, mofo, insetos, luz solar e calor, temos uma ótima dica: um box de auto armazenagem de um self storage.

De forma resumida, um self storage consiste numa contratação mensal de boxes de auto armazenamento para as mais diversas necessidades. Ao contratar um box, você pode guardar praticamente qualquer coisa que quiser e pelo tempo que desejar.

Nestes boxes, é possível personalizar o espaço para acomodar os seus bens da melhor maneira possível, instalando prateleiras, lâmpadas ou colocando móveis, por exemplo. Você também tem total privacidade, pois ninguém além de você terá acesso aos objetos guardados.

Além disso, há a grande vantagem de que os preços são altamente viáveis e não há fidelidade contratual, isto é, você pode cancelar o uso dos boxes o a qualquer hora sem correr o risco de precisar arcar com alguma multa.

Como você pôde concluir neste post, existem diversas recomendações para guardar objetos eletrônicos pouco usados. O ideal é evitar umidade e calor, visto que são os dois fatores que podem prejudicar os seus bens mais rapidamente. Além do mais, a poeira é capaz de entrar nas partes internas e dificultar o funcionamento ou até mesmo causar danos permanentes. Por isso, é muito importante guardá-los em um local seguro, privativo e que ofereça as condições ideias de armazenamento.

Você gostou das nossas dicas sobre como guar equipamentos eletrônicos? Quer receber mais conteúdos informativos e novidades sobre organização e conservação de dispositivos tecnológicos? 

Então acesse o blog do GuardeAqui para conferir todos os nossos posts!

Autor

Clayton Romano

Minha história no GuardeAqui começou em 2011 como Assistente Operacional, na época tínhamos apenas 3 unidades. Ao longo dos anos passei por diversos cargos e ganhei muito experiência em cada um deles. Atuei algum tempo como Gerente Comercial da unidade de Campinas e, atualmente, atuo como Gerente Regional, sendo responsável por 7 lojas do interior de São Paulo, de Brasília e Belo Horizonte. Além disso, sou formado em Administração e leciono em um curso técnico de Administração, Contabilidade, Logística e RH.

Deixe seu comentário