Já estamos no meio do ano, período ideal para parar e fazer um balanço de tudo que fizemos até agora. Que tal retomar aquela tradicional lista de resoluções que você preparou na virada do ano para ver o que já foi feito e o que está ali, esperando.

O desejo de organização com certeza está na sua lista – assim como na maioria das pessoas. Afinal, quem não quer abrir espaço no armário, deixar um canto especial da casa mais aconchegante e se desfazer de coisas antigas para que novas tomem espaço?

Com o GuardeAqui você não precisa mais se desfazer de coisas antigas, mas que te trazem boas recordações. Tudo pode ser guardado com segurança e praticidade. Nossas unidades contam com boxes a partir de 2m². Você pode guardar livros, brinquedos e coleções. E, se precisar de mais espaço conforme a arrumação avançar, é só ampliar o espaço. Faça uma simulação em nosso site.

As férias estão chegando. Além as viagens, dos passeios e do descanso, que tal reservar alguns dias na agenda para fazer aquela arrumação necessária em casa e separar as roupas que não servem mais, os brinquedos que os filhos já não usam e aquela coleção de livros que você já acabou de ler? De quebra, você ganha espaço em casa e mais conforto com área livre.

Arrume caixas e coloque os adesivos: doação, reciclar e guardar. Depois, entre em cada cômodo e separe os itens. Pode demorar um pouco, mas o resultado vai te surpreender.

Existem diversas ONGs que retiram as doações na sua casa, desde roupas até móveis. Os recicláveis você pode colocar para a coleta seletiva ou levar para um ecoponto da cidade. E os objetos que você quiser guardar, pode levar para uma das 25 unidades do GuardeAqui.

Nós temos boxes para todas as necessidades, com ótima localização e facilidade no acesso. Assim, toda vez que você sentir saudade de algum bem que ficou guardado, é só dar uma passadinha no GuardeAqui.

Sua empresa usa o espaço físico de que dispõe de maneira eficiente? Para a maior parte das empresas, por incrível que pareça, a resposta é não. Mesmo aquelas que usam seu espaço de maneira eficaz, dificilmente o empregam da melhor forma possível. E a diferença não é apenas semântica.

Muitas organizações podem se mostrar eficazes no uso do espaço, mantendo tudo organizado, com salas para estoque, arquivo morto e almoxarifado. A tarefa está sendo cumprida e, portanto, não se pode dizer que o método não é eficaz. Mas é eficiente? Isso é outra história.

Ser eficiente no uso da área disponível não é apenas sobre manter tudo organizado. É muito mais do que isso. Ser eficiente é otimizar o uso do espaço, pensando em agilidade, custos e produtividade. Ou seja, se sua empresa mantem uma sala só para arquivo morto, como muitos escritórios de advocacia ou contabilidade, está sendo ineficiente.

Claro, não estamos falando para se desfazer desses documentos. Além de notas fiscais que têm exigência legal de guarda de ao menos cinco anos, a legislação brasileira requer que outros documentos sejam mantidos por até 20 anos ou mais em alguns casos. O que significa que quanto mais clientes um escritório de direito ou advocacia tiver, mais espaço irá precisar para armazenar os registros daqueles que atende.

Contudo, isso não significa que salas e, às vezes, andares inteiros precisem ser empregados para armazenar toda essa papelada. Afinal, o que é mais produtivo? Deixar todo esse espaço basicamente sem uso ou abrir novas salas para atender mais clientes e gerar novas receitas? A resposta é óbvia.

A lógica não vale apenas para a guarda de documentos. Se você tem uma empresa de comércio de bens, provavelmente trabalha com estoque. Nos shoppings, a chance de que sua loja não tenha espaço para armazenar todos os produtos do estoque é alta. E, caso você tenha todo esse espaço disponível, gostaríamos de dizer que ele pode ser melhor aproveitado. O mesmo vale para a maior parte das lojas de rua.

Não deixe “espaço parado”. Projetar o ambiente para atender o cliente com mais conforto certamente é um uso melhor. E se você, por acaso tem lugar sobrando, invista em um ambiente para seus colaboradores poderem almoçar ou interagir entre um turno e outro. Afinal, funcionários mais motivados são um fator importante para a produtividade de qualquer empresa.

A solução para guardar os documentos e estoque, tornando o uso do lugar mais eficiente? Vem para o #CadeadoAmarelo!

Certamente temos o espaço na medida da sua necessidade.

Um dos grandes diferenciais do self storage é oferecer espaço na medida da necessidade de cada cliente, seja ele particular ou empresarial, e pelo tempo que for necessário a custos justos. Melhor ainda: tem ajudado milhares de pessoas a começar um negócio ou estruturar seus empreendimentos. Para quem trabalha com e-commerce, por exemplo, é possível trabalhar de casa e manter as mercadorias em local seguro e de acesso rápido e prático, seja para gerenciar o estoque ou para despachar a entrega. Outra vantagem é não ocupar espaço em casa com esses bens. Um transtorno para a família.

Outra possibilidade é montar um home office, ou escritório em casa. Afinal, você não precisa manter arquivo morto, notas, produtos ou outros objetos que só ocupam espaço no seu lar. Para isso, existe o GuardeAqui. Mas nada impede que você tenha um escritório no quarto ao lado. Afinal, quer algo mais produtivo do que acordar, tomar café e não ter que enfrentar o trânsito para ir ao trabalho ou voltar dele?

De olho a essa tendência, separamos 6 dicas para você montar o seu home office. Confira:

Não use a casa toda de escritório!

É importante escolher um ambiente para usar de home office e não a casa toda. Restringir o trabalho a apenas um cômodo também ajuda a manter o foco e a separar as coisas. Afinal, não é porque você vai trabalhar em casa que estará disponível para resolver outras questões; ao mesmo tempo, é importante não estar ligado ao trabalho o tempo todo. Esse tipo de pensamento não é saudável para nenhum dos lados e, portanto, fazer essa separação é vital.

Claro, se você não tem um cômodo que pode usar exclusivamente como escritório, não significa que precisa desistir da ideia. Nesse caso é fundamental separar o ambiente. Dois bons modos de conseguir esse resultado são com móveis diferentes ou mudando a cor das paredes. O que nos leva à segunda dica.

Escolha bem as cores do ambiente!

Pode parecer besteira, mas as cores possuem significados diferentes e são capazes de estimular sensações e humores. Uma pesquisa rápida na internet irá te revelar, por exemplo, que este é o motivo pelo qual a maior parte das lanchonetes tem vermelho no logo.

Equilibrar cores neutras e vibrantes é um bom modo de harmonizar o ambiente, evitando que ele se torne um espaço distrativo.

Organização é fundamental!

Pouca coisa torna um ambiente mais improdutivo que a bagunça. No home office, então, ela é duplamente estressante. Primeiro porque atrapalha o trabalho e sua entrega, depois, além do escritório, você estará deixando a casa bagunçada.

Além de contar com o self storage para manter tudo o que não precisa estar ali, você também pode se valer de móveis, porta objetos, pastas e outros itens para deixar seus pertences organizados. Vale reler nosso blog sobre arrumação de casa para ter algumas ideias.

Invista em móveis próprios para escritório!

Claro que você pode reaproveitar alguns móveis que já tem em casa ou mesmo outros que prefere deixar guardados em seu box do GuardeAqui, mas recomendamos que invista ao menos em uma mesa e cadeira próprios para escritório.

Usar a mesa de jantar para apoiar o computador pode resolver o problema por algum tempo e a cadeira da sala ou mesmo uma poltrona vão permitir que você sente do mesmo jeito. Contudo, móveis de escritório costumam ter altura e ergonomias pensadas para possibilitar o trabalho em frente ao computador por períodos mais extensos.

Gaveteiros também costumam ser bastante úteis, seja por ajudar a manter em ordem aqueles documentos ou materiais que você precisa acessar com frequência, seja porque podem ser facilmente colocados abaixo da escrivaninha para não ocupar espaço quando não estão sendo utilizados.

Invista em tecnologia!

Se você vai trabalhar em casa, precisa garantir os recursos necessários. Além do computador, você pode ter que investir em uma internet mais rápida, ter uma linha de telefone extra e mesmo contratar um serviço de armazenamento em nuvem. Ter uma impressora multifuncional também pode ser necessário. Claro, tudo varia de acordo com o seu ramo de atividade, mas saiba que alguns investimentos podem ser necessários.

Deixe o ambiente com “a sua cara”!

Você está trabalhando na sua casa, então pode decorar o home office como desejar. Aproveite a oportunidade para colocar plantas, retratos, quadros e outros objetos que você goste de ter por perto.

Ter um ambiente personalizado pode ser inspirador. Fotos de parentes, amigos e locais para onde você tenha viajado ou queira conhecer podem ter um alto poder motivacional além de ajudar a combater o estresse em várias situações – quando começar a ficar nervoso, uma boa dica é olhar para um desses quadros e lembrar porque você está se dedicando.

Felizmente, o setor de self storage está em franco crescimento no Brasil e novas unidades têm aparecido em diversas cidades do País. Contudo, nem todas tem o mesmo padrão de qualidade, especialmente se a base de comparação forem as nossas instalações.

Mas afinal, quais são os diferenciais que uma pessoa deve procurar quando for alugar um box de self storage?

Fizemos uma lista com alguns dos pontos que consideramos mais importantes. Confira:

Alarmes individuais nos boxes

Muitas empresas do setor anunciam a existência de alarmes, mas é importante que eles sejam individuais e não um único dispositivo para toda a instalação. O alarme coletivo funciona bem para o período em que a unidade está fechada, mas no horário de funcionamento, fica desativado, não proporcionando a segurança desejada.

Somos a única empresa que conta com essa tecnologia em todas as suas unidades.

Variedade de espaço

Além de oferecer espaços de diferentes tamanhos para suprir as diversas necessidades de pessoas físicas e jurídicas, no GuardeAqui o cliente tem a vantagem de poder mudar facilmente de espaço de um período para o outro.

O que é muito útil em diversas situações. Por exemplo, se você compra um estoque muito grande de produtos (talvez para conseguir um bom preço), pode optar por um box maior e ir reduzindo o espaço conforme for vendendo suas mercadorias. Isso evita um custo fixo elevado como acontece nos galpões logísticos.

Já uma família em reforma pode guardar todos seus bens no começo da obra e ir reduzindo o espaço contratado e o custo conforme a reforma for avançando e os cômodos da casa puderem receber os bens novamente.

E se você não sabe qual o tamanho ideal para sua necessidade, não se preocupe, podemos ajudar.

Contrato mensal descomplicado

Um dos grandes diferenciais de nosso modelo de negócio é oferecer contratos mensais, sem burocracia e necessidade de fiador ou seguro-fiança. Você vem, escolhe o tamanho do box que deseja e assina o contrato. Pronto.

Se quiser renovar por mais um mês, é só pagar a próxima fatura. Se quiser desocupar o box, é só nos avisar que não ficará o próximo período, retirar suas coisas e deixar a porta aberta.

Além disso, você não precisa se preocupar com conta de água, luz ou outros tributos. Você paga apenas o que está no contrato. Simples, não é?

Limpeza e organização

É claro que você não vai deixar bens importantes (seja pelo aspecto financeiro ou emocional) em qualquer lugar. Em nossas unidades, além de equipes de limpeza contamos com certificados de controle de pragas e dedetização periódica.

Outros diferenciais

Claro que, ao procurar um self storage, seu objetivo é encontrar um local seguro e prático para guardar seus pertences a um custo justo. Mas isso não significa que você não possa receber mais do que estava esperando.

Em nossas unidades, por exemplo, você conta com wi-fi gratuito, workstation e sala de reunião. Sem nenhum custo adicional. Além disso, temos uma parceria com a Regus, líder nacional em espaço de co-working, para facilitar a vida daqueles que estão começando um negócio.

Por fim, você ainda pode contar com nosso app para tornar sua vida ainda mais fácil e ajudar a manter seus bens e seu box bem organizados.

Venha conhecer uma de nossas unidades e descubra porque ninguém oferece tantos diferenciais quanto a gente.

 

Provavelmente você já ouviu falar de Marie Kondo. Com 34 anos, Marie figura na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, segundo a revista Time, graças às mais de 7 milhões de cópias vendidas de seus livros sobre organização. Se ainda não leu algum exemplar, há chances para você conhecê-la na série da Netflix Tidying Up with Marie Kondo (Ordem na casa com Marie Kondo, no catálogo em português).

Se você precisa colocar ordem na sua casa ou no seu box, as lições e o método de organização ensinados por Marie são valiosos. Talvez esteja meio sem tempo para ver a série ou ler os livros, então, separamos 10 dicas de ouro (9 são dela e uma nossa) para te ajudar.

Esperamos que, com tudo mais organizado, você possa relaxar um pouco e, quem sabe, procurar conhecer o método KonMari direto na fonte.

  1. Não arrume o local

É normal que as pessoas arrumem um cômodo da casa por vez, mas Marie avisa que isso é ineficiente. O ideal é separar tudo em categorias e arrumar todos os itens daquele conjunto, independentemente do local onde eles ficam.

Segundo sua metodologia, o ideal é dividir as tarefas em 5 categorias: roupas, livros, papelada, komono (termo japonês para pequenos itens variados) e itens de apego emocional.

Para arrumas as roupas, por exemplo, deve-se juntar todas peças de vestuário em um único local, o que permite ver o todo, e então fazer um filtro do que se deve manter ou não, pegando peça por peça na mão. Marie acredita que é importante agradecer as peças que serão “descartadas” por tudo de bom que já representaram na sua vida antes de desapegar.

O que nos leva para a segunda dica.

  1. Desapegue

Descartar tudo o que não te traz felicidade é, provavelmente, o principal pilar da filosofia KonMari. Até por isso é tão importante pegar um item de cada vez.

Ficou na dúvida? Marie afirma que se você não conseguir decidir se um bem te traz felicidade e deve ser mantido ou não, vá para um que você tem certeza. A decisão simples irá facilitar a comparação e ajudar no processo.

  1. Não pare

Você já teve aquela sensação de que a arrumação nunca vai terminar e que precisa de uma parada? Ou acredita que manter uma casa arrumada é um processo contínuo? Para Marie, você está errado!

A especialista é categórica ao afirmar que a arrumação deve ser feita de uma vez. Começou, termine. Retirou, devolva. Ou você irá se tornar um refém da arrumação e não acabará nunca.

  1. Atenção à papelada

Muitas pessoas perdem documentos importantes durante a arrumação da casa. É fundamental separar um local para agrupar todos os papéis que foram aparecendo durante o processo.

No momento certo (depois de lidar com roupas e livros, para Marie) você irá arrumar todos de uma vez. E lembre-se, mantenha apenas o essencial.

  1. Cada coisa em sua caixinha

Isso não significa guardas os sapatos e outros itens nas caixas, mas ter um local próprio para cada coisa. Aliás, Marie é contra comprar organizadores de espaço. Ela recomenda que se usem caixas de sapatos e outros tipos para manter tudo separado.

  1. Nada de empilhar

Colocar um artigo sobre o outro é uma armadilha. As coisas que ficam por baixo provavelmente não serão usadas e, por isso, poderiam ser descartadas. Tudo deve ficar visível para ser acessado facilmente.

As roupas devem ficar dobradas uma ao lado da outra e você pode utilizar caixas de sapato ou semelhantes para separar os diversos tipos de roupas, como camisetas, roupa íntima e meias (que não devem ser enroladas! Isso ocupa mais espaço e estraga o elástico). Peças muito delicadas ou muito pesadas são as únicas exceções.

  1. Faça sozinho

Arrumar deve ser um trabalho individual. Até pelo processo de desapegar. Se você mora com mais pessoas, cada uma deve cuidar da sua roupa, por exemplo. E você pode dividir as tarefas: uma pessoa fica responsável pela garagem e outra pela cozinha etc.

Você pode colocar uma música ou aproveitar o silêncio, mas saiba que este deve ser um momento só seu. Aproveite para refletir!

  1. Não peça aprovação

No caso de você compartilhar a casa e dividir tarefas, não fique submetendo seu trabalho ao crivo do outro. Marie aponta que é comum os pais acharem que seus filhos estão descartando mais do que deveriam. O segredo aqui é aprender a confiar, o que pode, inclusive, aprimorar as relações pessoais.

  1. Adquira hábitos positivos

Não adianta arrumar tudo em um dia para voltar à bagunça uma semana depois.

Apesar de a primeira arrumação ser mais demorada, manter tudo em ordem é mais fácil. Novamente, vale a regra do “tirou, devolve”, “sujou, lave” e assim por diante.

  1. Para toda regra há exceção

Se você seguiu todas as recomendações e ainda não tem espaço suficiente ou se não consegue se desapegar de algo, mesmo sem espaço em casa, não esquenta.

Estamos aqui para te ajudar!

Acabamos de firmar uma parceria com a maior operadora de escritórios flexíveis e coworking do País, a Regus. A partir de agora, nossos clientes terão ainda mais benefícios e facilidade para se concentrar apenas na realização de seus negócios. Isso porque, além de toda segurança e praticidade que oferecemos em nossas unidades, nossos clientes também passam a ter a possibilidade de flexibilizar seus escritórios, tornando o uso do espaço ainda mais inteligente.

(mais…)

 

O GuardeAqui segue apostando no Rio de Janeiro e acaba de inaugurar a unidade Centro, localizada a menos de um quilômetro do sambódromo da Marquês de Sapucaí e da Avenida Presidente Vargas, uma das principais vias da cidade. As outras duas unidades mantidas pelo GuardeAqui na cidade são Maracanã e São Cristovão.

(mais…)

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.