Ao longo do último mês, temos visto uma explosão de ovos de chocolate de todos os tipos, tamanhos e preços – levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) afirma que os preços do produto podem variar de R$ 1,20 a R$1.100. O que representa uma ótima oportunidade para empreender.

Para se ter uma ideia, em 2018 foram produzidas 11 mil toneladas de ovos e outros produtos para a Páscoa, um crescimento de 26% na comparação com as 9 mil toneladas de 2017. A expectativa da Abicab para 2019 é superar os anos anteriores.

A celebração da Páscoa, que acontece no próximo domingo (21/04), oferece uma ótima oportunidade não apenas para as empresas de doces e chocolates, mas também para decoradores, organizadores de festas e mesmo pessoas físicas que querem aproveitar a data para conseguir uma renda extra.

Separamos quatro dicas de como tirar o máximo desta oportunidade, inclusive em mercados menos tradicionais. A primeira delas? Conte conosco para guardar moldes, fitas, sacolas, caixas e outros itens decorativos, seja nesta última semana, ou após a Páscoa. Afinal, o estoque que não for aproveitado agora pode servir para outras datas ou mesmo para o próximo ano – não há razão para deixar esses itens ocupando espaço em sua casa ou empresa. Claro, só não pode guardar os ovos prontos ou alimentos perecíveis usados para o preparo!

Confira as outras três dicas:

Não só de chocolate viverá a Páscoa

Ovos de chocolate são, obviamente, o produto mais procurado neste período. Mas isso também significa que são o nicho mais saturado, seja com produtos de grandes empresas ou de microempreendedores.

Uma boa alternativa é olhar para outras possibilidades que estão crescendo, como os ovos de whey protein para o público fitness, por exemplo. Opções com chocolate amargo também têm recebido cada vez mais atenção, tanto pelo gosto quanto pelo fato de usualmente não conterem glúten – o que o transformam em ótima opção para celíacos e outras pessoas com alergia ou intolerância à substância. Além disso, a alfarroba também pode ser utilizada para substituir o cacau como base para o chocolate, fornecendo opções para quem tem algum tipo de problema com a receita tradicional ou quer um produto mais saudável.

Claro, colombas, panetones, brownies, bolos e outros doces podem atrair consumidores que querem fugir do tradicional. Nesse sentido, vale até trabalhar com uma cesta de ovos de chocolate em uma caixa de ovo e brincar bastante com o tema. Não segure sua criatividade.

Explore nichos

Já falamos do mercado fitness e para pessoas com alergia, mas há outros pontos que podem ser explorados. Ovos personalizados, seja na decoração ou nos sabores, podem ser uma ótima opção para quem procura exclusividade ou quer experimentar algo novo.

Chocolates artesanais e orgânicos são outro nicho que ganha cada vez mais adeptos. Especialmente pelo sabor único que proporcionam. Produtos diferenciados, por exemplo trufas com creme de avelã, licor ou matéria prima importada podem focar o mercado de luxo. Quando o assunto é comida, há espaço a todos os paladares para serem explorados.

Atenção à forma

A dica é válida tanto para o formato do produto, que não precisa ser o tradicional – há diversos cases de sucesso de venda de ovo de colher e mesmo ovos 2D (uma barra grossa ovalada) –, quanto para a decoração. Fitas, papel brilhante e cestas chamativas, cada detalhe conta para ganhar o consumidor.

Quer uma dica bônus?

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas tem uma cartilha que ajuda os empreendedores a pensar todo o processo da venda para tirar o máximo da Páscoa, incluindo dicas até mesmo sobre precificação. Vale a leitura, mas é preciso fazer um cadastro para conseguir baixar o arquivo.

Da fabricação até chegar ao chão de sua casa ou do escritório, os pisos e revestimentos passam por diversos processos logísticos, que englobam desde a produção, até estoque e entrega final. Até lá, onde guardar o grande volume de material utilizado é a questão do negócio e, para isso, o GuardeAqui surge como solução perfeita. (mais…)

Todo mundo já teve aquele momento e situação na vida em que se tem muito mais coisas que lugar para guardá-las. Seja em casa, na hora da reforma e da organização de uma área específica, ou mesmo na empresa, na readequação de um espaço. (mais…)

O GuardeAqui conta com 15 unidades em operação, em três estados do País. Pensadas para atender as demandas dos clientes, especialmente nos grandes centros urbanos, onde a questão da mobilidade é sempre um ponto de atenção, todas as unidades estão localizadas em pontos estratégicos e próximos a acessos a portos, aeroportos e importantes rodovias. (mais…)

O GuardeAqui é sinônimo de facilidade para o empreendedor. Além dos espaços privativos para armazenagem, o líder no mercado de self storage no País também oferece uma área especial para a atuação de seus clientes: os WorkStations – salas de reunião com projetor, computadores e internet Wi-Fi. (mais…)

Dados do IBGE apontam que o número de brasileiros desempregados soma alarmantes 13 milhões de pessoas. Se de um lado a oferta de empregos rareou, por outro os profissionais têm buscado alternativas para manter a renda. Seja empreendendo em novas possibilidades de negócio ou exercendo a mesma carreira de forma autônoma. (mais…)

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.