Há quem goste de se preparar com antecedência quando vai ficar alguns dias fora de casa, enquanto outras pessoas sofrem só de pensar em fazer a mala para viajar. Se você faz parte do segundo grupo, existem truques que podem te ajudar a acertar nas escolhas, economizar tempo e diminuir o peso da bagagem.

Confira a seguir dicas para não errar na arrumação.

Mala certa
A mala ideal depende do tipo de viagem e da quantidade de dias que você estará fora. Para ficar em apenas um local, o tipo rígido com rodinhas é a melhor opção. Já se o roteiro inclui diversos trechos e paradas, prefira levar seus pertences nas costas em uma mochila de qualidade, que seja leve, prática e proteja a coluna.

Peças versáteis
Na hora de escolher quais roupas levar, dê preferência a tecidos menos volumosos, que não amassem e tenham cores neutras, mais fáceis de combinar. Nunca se deve levar uma peça que será usada apenas uma vez, portanto quanto mais variações você conseguir fazer com aquela camisa ou calça, melhor. Isso também vale para os sapatos.

Sapatos
Uma ótima técnica, aprovada por quem viaja muito e sabe aproveitar todos os espaços é usar o interior dos sapatos para acomodar itens pequenos. Por exemplo, você pode colocar meias ou objetos de higiene bem embalados.

Kit higiene
Não é preciso levar uma embalagem inteira de shampoo para um roteiro de uma semana. Por isso, vale a pena investir em kits com recipientes pequenos, que você pode encher com seu produto preferido na quantidade que precisar.

Quando voltar para casa, não se preocupe com a mala e outros acessórios que você só usa na viagem. Guarde tudo em uma de nossas unidades até a próximas férias com segurança e comodidade. Oferecemos boxes de 2m² a 100m², para todos os tamanhos de família.

Os apartamentos nas grandes cidades estão ficando menores e a sala de estar é um dos cômodos que mais encolhe. Mas é nesse local onde passamos grande parte do tempo e, apesar das metragens reduzidas, ele precisa continuar sendo aconchegante para que todos se sintam bem em casa.

Escolhendo bem os móveis e objetos, a decoração pode ajudar uma sala pequena a parecer maior e ficar mais confortável. Confira dicas para aproveitar ao máximo esse espaço:

 

1. Móveis compactos
Não adianta ter apego aos móveis que vieram de outro apartamento se suas medidas forem inadequadas. A sala pequena ficará melhor com sofás sem braço ou com braços estreitos e com mesas laterais e de centro pequenas. Se faz questão da praticidade de uma mesa central maior, a opção é procurar uma de material transparente.

2. Móveis versáteis
Além das compactas, as peças multiuso são ótimas para cômodos menores. Procure racks e aparadores que possam ser usados como bancos em dia de festa e pufes com abertura para armazenamento.

3. Decoração vertical
Se o espaço no chão é limitado, aproveite as paredes. Use a criatividade para instalar prateleiras e nichos. Eles acomodam livros, peças de decoração e plantas e ajudam a personalizar ainda mais o seu lar.

4. Cores claras
Prefira cores claras nas paredes, móveis maiores e cortinas, pois elas ajudam a aumentar a sensação de amplitude do cômodo. Os tons mais intensos podem aparecer nos detalhes, como em almofadas e quadros.

5. Cortinas
Para fazer o pé-direito parecer mais alto, um artifício muito utilizado por profissionais é instalar a cortina bem próximo ao teto, aproveitando toda a altura do cômodo.

 

Se faltou espaço na nova sala, mas você não quer se desfazer de alguns móveis especiais, conheça o GuardeAqui. Em nossas unidades, seus objetos ficam guardados pelo tempo que você precisar e seguros em boxes individuais com senhas e cadeados privativos. E quando der saudade deles, basta fazer um rodízio com outra peça do mobiliário.

O seu negócio está indo de vento em popa. As metas foram alcançadas há tempos, os resultados estão sólidos e os processos estão afinados. Será que está na hora de considerar uma expansão? Alguns sinais ajudam a perceber se é o momento certo para isso.

Veja se você pode começar a planejar uma ampliação:

Os clientes estão satisfeitos: Sua clientela está sendo bem atendida e dentro dos prazos e já pode ser considerada fiel, e a avaliação geral é tão boa que o boca a boca continua atraindo novos leads.

A demanda está crescendo: Como consequência da satisfação dos clientes, a demanda pelo seu produto ou serviço é cada vez maior. E analisando o mercado você percebe que ainda há espaço para crescer ainda mais.

As contas estão em ordem: Faz mais de um ano que a contabilidade está bem equilibrada e você está operando no azul. O lucro está estável ou crescendo e a reserva chegou a um valor considerável.

Você precisa de mais espaço: Para atender todos os pedidos no ritmo ideal, você está precisando ampliar o seu estoque.

Você consegue trabalhar mais: Você está tão motivado que sente que ainda consegue se dedicar ainda mais ao seu negócio, sem deixar cair a qualidade das entregas nem perder a saúde.

Para te apoiar durante essa expansão, temos soluções de armazenamento para diferentes necessidades e tamanhos de empresas. Podemos te ajudar a guardar o seu estoque com segurança, auxiliar sua logística de distribuição ou liberar espaço no seu escritório para aumentar a equipe. Conheça nossas unidades.

 

Mais um aniversário da família está chegando e junto com a empolgação pela proximidade da data vem a preocupação com o orçamento. A vontade de celebrar com as crianças, no entanto, não precisa ser atrapalhada pela necessidade de economizar. Com algum planejamento, é possível fazer uma comemoração divertida e farta reduzindo os custos.

Veja algumas maneiras de organizar uma festa infantil gastando pouco.

Decoração reciclável

Para os pequenos, a escolha do tema da festa é uma alegria e seu herói ou personagem preferido muda a cada ano. Com isso, a decoração precisa mudar também. Mas é possível cortar gastos combinando as peças customizadas com outras reutilizáveis. Toalhas de mesa e suportes para doces em cores neutras, por exemplo, podem ser guardados e usados em diferentes ocasiões, sem deixar a festa com sensação de déjà vu.

Comida simples

Você pode gastar semanas planejando um cardápio diferente para uma festa infantil e o resultado vai ser sempre o mesmo: os convidados brigam pelo brigadeiro e o cachorro-quente. Portanto, aposte nas guloseimas simples. Elas agradam as pessoas de todas as idades e custam pouco. Se quiser variar, crie uma estação de sanduíches onde as pessoas montam o próprio lanche com os ingredientes que desejarem.

Brincadeiras clássicas

Ao invés de contratar um serviço de recreação, resgate da sua infância brincadeiras tradicionais para entreter as crianças. Jogos como caça ao tesouro, amarelinha e dança das cadeiras não têm custo nenhum e podem ser coordenadas pelos tios e avós, unindo as diferentes gerações.

Utensílios duráveis

Esqueça os descartáveis e dê preferência a pratos, copos, talheres e bandejas duráveis. Os itens mais resistentes têm custo mais alto, mas você gasta apenas uma vez e terá uma economia significativa nos eventos seguintes. Além disso, essa escolha diminui a quantidade de lixo produzida na festa. O seu bolso e o meio ambiente agradecem.

Quando a festa acabar, não precisa se preocupar em encontrar espaço em casa para guardar a decoração e os utensílios. Nossas unidades têm boxes de todos os tamanhos para você armazenar seus objetos em um ambiente seguro e limpo até o próximo aniversário. Venha conhecer.

Bons empreendedores estão o tempo todo atentos a conselhos e lições para aplicar em seus negócios, e livros são ótimas fontes de inspiração. Seja a biografia de um grande empresário ou um guia que nos ensina a conviver de forma mais equilibrada em todas as situações, a leitura pode, a qualquer momento, trazer uma ideia transformadora.

Confira três livros que devem passar pela cabeceira de todo empreendedor.

“A Loja de Tudo” – Brad Stone

Jeff Bezos fundou a Amazon em 1994 e se tornou a pessoa mais rica do mundo em 2018. Esse livro conta como o engenheiro transformou uma ideia na marca que revolucionou o comércio mundial. A leitura traz aulas de administração e persistência para inspirar a enfrentar os percalços no mundo dos negócios.

“O Poder do Hábito” – Charles Duhigg

Existe um mecanismo por trás de nossos hábitos e entender como ele funciona é o segredo para criar novos padrões positivos, que tragam mais benefícios para a vida. O volume, que se tornou um dos maiores sucessos editoriais dos últimos anos, traz estudos de casos e pesquisas de diversas áreas de conhecimento. Parte das 408 páginas são dedicadas a explorar o uso dos métodos especificamente no ambiente corporativo.

“Comunicação Não-Violenta” – Marshall Rosenberg

O psicólogo norte-americano Marshall Rosenberg lançou esse guia em 2006 com o propósito de divulgar técnicas para “aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais”. Ele defende que comunicar com empatia promove uma maior harmonia em todas as esferas da vida e mais clareza nas relações, inclusive nas de trabalho.

Enquanto você lê, nós garantimos a sua tranquilidade mantendo o estoque e os documentos da sua empresa em segurança. Nossos boxes têm 2m² a 100m², para atender a todos os modelos de negócios, e são protegidos por alarmes individuais e cadeado privativo. Conheça nossas unidades.

 

Organizar um box de auto armazenamento requer um pouco de planejamento e habilidade. O objetivo é usar todo o espaço de maneira eficiente e, ao mesmo tempo, manter acesso a seus itens, caso você precise deles enquanto estão guardados. Como fazer isso? Simples: basta usar algumas dicas que separamos para você. Preparado para descobrir? Então, vamos lá!

1 – Saiba o que você tem. Pode parecer simples, mas saber exatamente o que você está armazenando faz toda a diferença. Organize mentalmente suas coisas em uma unidade vazia. Assim, será possível ter uma noção de como aproveitar todo o espaço do box da melhor maneira;

2 – Seja cuidadoso. Organize a partir da parede do fundo em direção ao centro. Coloque o que você puder em caixas e combine bem os objetos – não deixe itens leves com os mais pesados. Embale o que for possível;

3 – Deixe um caminho aberto. Quando você estiver guardando seus bens, certifique-se de deixar um pequeno caminho pelo meio do box. Dessa forma, se você precisar recuperar algo mais tarde, não precisará retirar tudo para acessá-lo, mesmo que esteja arrumado na parte dos fundos do box. A princípio, pode parecer que o espaço para o caminho não está sendo usado efetivamente, mas no instante que você precisar encontrar algo, ficará feliz por existir essa passagem;

4 – Do mais alto para o menor. Os itens mais altos e volumosos, como móveis e caixas, devem estar mais próximos das paredes. Comece com os itens mais altos na parte de trás e os menores na frente, perto do corredor. Com isso, você terá uma visão mais clara do que está dentro do seu box à primeira vista e isso o ajudará a usar o espaço de maneira eficiente;

5 – Use caixas e embalagens. Como você deseja maximizar o espaço em sua unidade de armazenamento, é importante usar caixas que sejam uniformes e possam ser empilhadas. Assim, você utilizará todo a área vertical disponível;

6 – Dê nome aos seus pertences – É importante etiquetar caixas e embalagens, pois após alguns meses você não se lembrará onde estão seus objetos de cozinha ou sua coleção de discos. Uma alternativa é contar com aplicativos para registrar onde tudo está guardado, como já comentamos aqui.

Claro, temos uma sugestão ótima de app para isso: o nosso app, disponível para Android e iphone. Além de te ajudar a organizar seus pertences, você também pode anotar sua senha de acesso e ficar de olho na fatura.

Sejam móveis, brinquedos, coleções ou estoques, o GuardeAqui tem tudo o que você precisa para manter seus bens mais importantes seguros e protegidos. Conheça uma de nossas 25 unidades e venha para o #CadeadoAmarelo!

Um dos grandes diferenciais do self storage é oferecer espaço na medida da necessidade de cada cliente, seja ele particular ou empresarial, e pelo tempo que for necessário a custos justos. Melhor ainda: tem ajudado milhares de pessoas a começar um negócio ou estruturar seus empreendimentos. Para quem trabalha com e-commerce, por exemplo, é possível trabalhar de casa e manter as mercadorias em local seguro e de acesso rápido e prático, seja para gerenciar o estoque ou para despachar a entrega. Outra vantagem é não ocupar espaço em casa com esses bens. Um transtorno para a família.

Outra possibilidade é montar um home office, ou escritório em casa. Afinal, você não precisa manter arquivo morto, notas, produtos ou outros objetos que só ocupam espaço no seu lar. Para isso, existe o GuardeAqui. Mas nada impede que você tenha um escritório no quarto ao lado. Afinal, quer algo mais produtivo do que acordar, tomar café e não ter que enfrentar o trânsito para ir ao trabalho ou voltar dele?

De olho a essa tendência, separamos 6 dicas para você montar o seu home office. Confira:

Não use a casa toda de escritório!

É importante escolher um ambiente para usar de home office e não a casa toda. Restringir o trabalho a apenas um cômodo também ajuda a manter o foco e a separar as coisas. Afinal, não é porque você vai trabalhar em casa que estará disponível para resolver outras questões; ao mesmo tempo, é importante não estar ligado ao trabalho o tempo todo. Esse tipo de pensamento não é saudável para nenhum dos lados e, portanto, fazer essa separação é vital.

Claro, se você não tem um cômodo que pode usar exclusivamente como escritório, não significa que precisa desistir da ideia. Nesse caso é fundamental separar o ambiente. Dois bons modos de conseguir esse resultado são com móveis diferentes ou mudando a cor das paredes. O que nos leva à segunda dica.

Escolha bem as cores do ambiente!

Pode parecer besteira, mas as cores possuem significados diferentes e são capazes de estimular sensações e humores. Uma pesquisa rápida na internet irá te revelar, por exemplo, que este é o motivo pelo qual a maior parte das lanchonetes tem vermelho no logo.

Equilibrar cores neutras e vibrantes é um bom modo de harmonizar o ambiente, evitando que ele se torne um espaço distrativo.

Organização é fundamental!

Pouca coisa torna um ambiente mais improdutivo que a bagunça. No home office, então, ela é duplamente estressante. Primeiro porque atrapalha o trabalho e sua entrega, depois, além do escritório, você estará deixando a casa bagunçada.

Além de contar com o self storage para manter tudo o que não precisa estar ali, você também pode se valer de móveis, porta objetos, pastas e outros itens para deixar seus pertences organizados. Vale reler nosso blog sobre arrumação de casa para ter algumas ideias.

Invista em móveis próprios para escritório!

Claro que você pode reaproveitar alguns móveis que já tem em casa ou mesmo outros que prefere deixar guardados em seu box do GuardeAqui, mas recomendamos que invista ao menos em uma mesa e cadeira próprios para escritório.

Usar a mesa de jantar para apoiar o computador pode resolver o problema por algum tempo e a cadeira da sala ou mesmo uma poltrona vão permitir que você sente do mesmo jeito. Contudo, móveis de escritório costumam ter altura e ergonomias pensadas para possibilitar o trabalho em frente ao computador por períodos mais extensos.

Gaveteiros também costumam ser bastante úteis, seja por ajudar a manter em ordem aqueles documentos ou materiais que você precisa acessar com frequência, seja porque podem ser facilmente colocados abaixo da escrivaninha para não ocupar espaço quando não estão sendo utilizados.

Invista em tecnologia!

Se você vai trabalhar em casa, precisa garantir os recursos necessários. Além do computador, você pode ter que investir em uma internet mais rápida, ter uma linha de telefone extra e mesmo contratar um serviço de armazenamento em nuvem. Ter uma impressora multifuncional também pode ser necessário. Claro, tudo varia de acordo com o seu ramo de atividade, mas saiba que alguns investimentos podem ser necessários.

Deixe o ambiente com “a sua cara”!

Você está trabalhando na sua casa, então pode decorar o home office como desejar. Aproveite a oportunidade para colocar plantas, retratos, quadros e outros objetos que você goste de ter por perto.

Ter um ambiente personalizado pode ser inspirador. Fotos de parentes, amigos e locais para onde você tenha viajado ou queira conhecer podem ter um alto poder motivacional além de ajudar a combater o estresse em várias situações – quando começar a ficar nervoso, uma boa dica é olhar para um desses quadros e lembrar porque você está se dedicando.

Ao longo do último mês, temos visto uma explosão de ovos de chocolate de todos os tipos, tamanhos e preços – levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) afirma que os preços do produto podem variar de R$ 1,20 a R$1.100. O que representa uma ótima oportunidade para empreender.

Para se ter uma ideia, em 2018 foram produzidas 11 mil toneladas de ovos e outros produtos para a Páscoa, um crescimento de 26% na comparação com as 9 mil toneladas de 2017. A expectativa da Abicab para 2019 é superar os anos anteriores.

A celebração da Páscoa, que acontece no próximo domingo (21/04), oferece uma ótima oportunidade não apenas para as empresas de doces e chocolates, mas também para decoradores, organizadores de festas e mesmo pessoas físicas que querem aproveitar a data para conseguir uma renda extra.

Separamos quatro dicas de como tirar o máximo desta oportunidade, inclusive em mercados menos tradicionais. A primeira delas? Conte conosco para guardar moldes, fitas, sacolas, caixas e outros itens decorativos, seja nesta última semana, ou após a Páscoa. Afinal, o estoque que não for aproveitado agora pode servir para outras datas ou mesmo para o próximo ano – não há razão para deixar esses itens ocupando espaço em sua casa ou empresa. Claro, só não pode guardar os ovos prontos ou alimentos perecíveis usados para o preparo!

Confira as outras três dicas:

Não só de chocolate viverá a Páscoa

Ovos de chocolate são, obviamente, o produto mais procurado neste período. Mas isso também significa que são o nicho mais saturado, seja com produtos de grandes empresas ou de microempreendedores.

Uma boa alternativa é olhar para outras possibilidades que estão crescendo, como os ovos de whey protein para o público fitness, por exemplo. Opções com chocolate amargo também têm recebido cada vez mais atenção, tanto pelo gosto quanto pelo fato de usualmente não conterem glúten – o que o transformam em ótima opção para celíacos e outras pessoas com alergia ou intolerância à substância. Além disso, a alfarroba também pode ser utilizada para substituir o cacau como base para o chocolate, fornecendo opções para quem tem algum tipo de problema com a receita tradicional ou quer um produto mais saudável.

Claro, colombas, panetones, brownies, bolos e outros doces podem atrair consumidores que querem fugir do tradicional. Nesse sentido, vale até trabalhar com uma cesta de ovos de chocolate em uma caixa de ovo e brincar bastante com o tema. Não segure sua criatividade.

Explore nichos

Já falamos do mercado fitness e para pessoas com alergia, mas há outros pontos que podem ser explorados. Ovos personalizados, seja na decoração ou nos sabores, podem ser uma ótima opção para quem procura exclusividade ou quer experimentar algo novo.

Chocolates artesanais e orgânicos são outro nicho que ganha cada vez mais adeptos. Especialmente pelo sabor único que proporcionam. Produtos diferenciados, por exemplo trufas com creme de avelã, licor ou matéria prima importada podem focar o mercado de luxo. Quando o assunto é comida, há espaço a todos os paladares para serem explorados.

Atenção à forma

A dica é válida tanto para o formato do produto, que não precisa ser o tradicional – há diversos cases de sucesso de venda de ovo de colher e mesmo ovos 2D (uma barra grossa ovalada) –, quanto para a decoração. Fitas, papel brilhante e cestas chamativas, cada detalhe conta para ganhar o consumidor.

Quer uma dica bônus?

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas tem uma cartilha que ajuda os empreendedores a pensar todo o processo da venda para tirar o máximo da Páscoa, incluindo dicas até mesmo sobre precificação. Vale a leitura, mas é preciso fazer um cadastro para conseguir baixar o arquivo.

Oferecemos uma solução muito simples: espaço na medida para sua necessidade, sem burocracia e com preço justo. Mas por que algo tão simples é tão importante?

A resposta, certamente, vai mudar de pessoa para pessoa e de empresa para empresa. Para pessoas jurídicas, o diferencial pode ser a facilidade de mudar o tamanho do espaço de acordo com a necessidade, como acontece com nosso cliente Ulisses Santos da Costa:

 

Claro, outras empresas ou empreendedores podem optar por um self storage por não ter um espaço fora de casa para deixar suas mercadorias e decidir vir para o #CadeadoAmarelo pelo custo e segurança. É o caso do João Calil:

 

E se você precisou fechar seu comércio, mas não fez uma queima de estoque, talvez porque pretende voltar ao negócio ou porque está esperando o novo endereço ser reformado, o depoimento de Francesco Bettoni pode te ajudar:

Seja qual for sua necessidade, conte conosco!

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.