Organizar a casa é um trabalho constante. A regra do “sujou, limpa. Usou, devolve” é, provavelmente, a maior aliada nesse desafio diário. Claro, há outras técnicas que podem ajudar. Recentemente, por exemplo, apresentamos o método KonMari, que dá dicas importantes de como separar a arrumação por tarefas e seguir uma lógica para a conclusão do trabalho de forma mais fácil.

Além disso, também já falamos aqui de aplicativos que podem te ajudar não só a organizar seus bens, mas a lembrar onde cada um deles está. Claro, essas não são as únicas soluções.

Se você quer seguir um método próprio ou é mais old school e não gosta de usar aplicativos para ordenar seus pertences, também é possível usar etiquetas, pastas, e uma série de outros utensílios ou móveis próprios para te ajudar com essa tarefa.

Para te ajudar, separamos algumas dicas de acordo com cada ambiente da casa. Confira:

Sala

Optar por estantes pode ser uma ótima saída. Versáteis, elas combinam com basicamente qualquer estilo que você escolher para sua casa e oferecem amplo espaço para organizar livros, discos, louças ou outros objetos. Uma boa ideia é optar por estantes com partes abertas e fechadas. Assim, você pode escolher o que deixar à mostra e, em último caso, até esconder momentaneamente aquela pilha de documentos que precisa arrumar mais tarde.

Porta controle remoto é outra solução simples e bacana. Com ele, você pode deixar todos os controles (TV, antena, ar condicionado etc.) juntos e evita ter que ficar levantando almofadas do sofá toda vez que quiser trocar de canal ou pausar sua série.

No mesmo sentido, se você tem uma coleção de CDs, DVDs ou outros objetos semelhantes, é uma boa ideia ter espaços próprios para eles. Outra saída é adotar nichos nas paredes.

Quarto

No quarto, normalmente, a maior dificuldade é organizar o guarda-roupas, certo?

O método KonMari sugere guardar tudo dobrado e bem separado, de forma a poder ver facilmente todos os itens. Mas, talvez, você prefira deixar suas roupas penduradas, evitando marcas de dobras. Nesse caso, a dica de ouro é separar as peças por tipo. Não misture camisas, blusas, calças, saias etc. É algo simples, mas que faz toda diferença.

Outro ponto importante é padronizar os cabides e manter todos virados para o mesmo lado, facilitando pegar ou colocar uma nova roupa no armário.

Organizadores de gaveta também podem ser encontrados em diversos tipos e tamanhos. Você pode separar meias, roupa íntima, gravatas e todos os itens pequenos em separadores. O mesmo vale para caixa de joias ou relógios.

Além disso, hoje também há organizadores para itens maiores, como sapatos. Com eles, você pode deixar o calçado à mostra, facilitando na hora de escolher qual usar, e ainda se livrar das caixas, que tendem a ocupar espaço desnecessário. Claro, você também pode aproveitar as caixas dos sapatos para outras funções, como guardar pentes, cremes ou mesmo cartas (se você ainda tiver alguma).

Ainda no quarto, é fundamental não usar a mesinha de cabeceira de depósito! Isso é uma das coisas que mais passa a impressão de desordem nesse ambiente. Se você acha que precisa de um espaço para bagunça, quem vai te impedir? Mas isso não significa que ela precise ficar à mostra!

Na mesma linha, vale se esforçar para arrumar a cama todos os dias. Pode dar preguiça no começo, mas é rápido e logo você pega o hábito. Aliás, camas com baú na parte de baixo são uma ótima saída para quem precisa de espaço, especialmente para itens que não são usados todos os dias, como um segundo ou terceiro edredom, travesseiros adicionais ou mesmo roupas de outra estação.

Mais um conselho: para guardar roupas no baú da cama vale adquirir sacos à vácuo. Eles também são fáceis de encontrar e, com a ajuda de um aspirador de pó, você pode comprimir suas peças para que elas tenham menos volume.

Banheiro

Cestas plásticas são ótimas para separar os itens que guardamos no banheiro, especialmente aqueles que ficam embaixo da pia. Aliás, procure separá-los por categorias como sabonete, pasta de dente, produtos de limpeza e outros. Facilita na hora em que você precisa pegar um item novo e na hora de guardar as compras.

Ter um cesto de roupa suja é uma das melhores coisas que você pode fazer por seu banheiro. Se você tiver muito espaço, tenha dois. Um para roupas coloridas e outro para as brancas. Na falta de espaço, uma gaveta abaixo da pia pode ajudar a solucionar o problema que é deixar as roupas espalhadas pelo chão. Outra saída é ter um saco, ecobag ou mesmo um organizador próprio para isso pendurado atrás da porta. Hoje, já há suportes de diversos tamanhos e materiais para seu encaixe sem a necessidade de furos. Eles podem servir, também, para deixar as toalhas penduradas.

Deixe sobre a pia apenas o que você usa diariamente. Canecas podem ser uma ótima forma para manter pasta e escova de dentes organizados. Também é possível usar copos e objetos próprios para isso.

Colocar um nicho acima do vaso, por exemplo, pode ser uma ótima ideia tanto para ter um espaço a mais para organizar seus pertences quanto para decorar o ambiente.

Cozinha e despensa

Alguns truques são básicos: guarde potes uns dentro dos outros (também vale para panelas e assadeiras); enfileire as tampas ao lado ou em um pote sem tampa; abuse de organizadores para talheres, temperos, bucha e detergente… tudo o que você imaginar.

Atualmente, também é possível encontrar organizadores próprios para os armários de louças. Suportes para apoiar ou pendurar xícaras e canecas podem ajudar a aproveitar melhor os espaços acima da pilha de pratos, por exemplo.

Se possível, procure separar as gavetas por utilidade ou tipo de produto. Em uma os talheres, noutra panos de prato e guardanapos, toalhas em uma terceira e por aí vai. Outra boa saída pode ser juntar em uma gaveta os rolos de papel alumínio, filme plástico e até de macarrão. Objetos que tendem a ficar soltos abaixo da pia.

Uma barra magnética ou de inox para pendurar os utensílios mais usados para cozinhar também pode ser uma ótima ideia. Além de deixar tudo sempre à mão e organizado, elas podem servir de enfeite para o ambiente.

Potes herméticos são ótimos para guardar produtos abertos. Principalmente se forem transparentes, permitindo ver o que e quanto há dentro deles. Se seus potes forem coloridos ou opacos, você sempre pode usar etiquetas.

Uma saída para quem tem poucos armários pode ser usar prateleiras de aramado, estruturas metálicas que se encaixam nas prateleiras já existentes criando uma nova divisão.

Usar cestas para separar os tipos de alimentos também é bacana. Além de ajudar na organização, elas podem facilitar a limpeza.

Área de serviço ou lavanderia

Se você leu até aqui, certamente já reparou que caixas e potes são grandes coringas. Sejam as que compramos com essa função ou as que retiramos dos sapatos para liberar espaço no guarda-roupas. Claro, também há separadores próprios para os diversos setores da casa, com preços e tamanhos variados.

Aqui, em nossa opinião, o ideal é empregar caixas plásticas como as que recomendamos para debaixo da pia do banheiro. Isso porque é natural mexer com água e diversos produtos de limpeza nessa área da casa e, em caso de vazamento de qualquer tipo, é muito mais fácil colocar a caixa de baixo da torneira e lavar tudo.

Colocar ganchos nas paredes é uma boa alternativa para manter vassouras, rodo e pá em ordem. Especialmente porque isso livra o espaço dentro de um armário sem deixar tudo empilhado. Novamente, não é necessário furar a parede. Além dos suportes para encaixar na porta, também há ganchos plásticos e metálicos que podem ser colados. Mas lembre-se de prestar atenção à capacidade de carga de cada um deles.

Cestinhas para escovas, sabão e outros itens também podem ajudar bastante. E já que estamos pensando em não furar a parede (dá trabalho, pode pegar um cano ou fiação elétrica e faz sujeira), as opções com ventosas podem resolver o problema.

Ah, e se você optar por não deixar a cesta de roupa sujas no banheiro, pode considerar manter algumas cestas aqui para separar o que deve ser lavado de acordo com cor ou tecido.

Faltou espaço?

Se mesmo com todas essas dicas você ainda precisar de mais espaço, não esquenta. Certamente há uma de nossas unidades pertinho de você! Confira os endereços e venha para o #CadeadoAmarelo!

No próximo sábado (13/04), vamos realizar o 1° Feirão GuardeAqui. A ação envolve as 5 unidades operando no Rio de Janeiro e é a primeira do tipo para o mercado de self storage no País.

Muitos dos nossos clientes não têm a real noção de quanto podem se beneficiar de um self storage até a primeira vez que entram em uma de nossas unidades. Essa ação visa, justamente, atrair as pessoas para conhecer nossas instalações – as mais modernas e seguras do País, como já mostramos aqui no Blog – e ver como elas podem ser úteis no dia a dia de sua família ou empresa. E não precisa acreditar somente na nossa palavra, nossos clientes também têm várias histórias para contar.

Durante o Feirão, quem for até uma das cinco unidades no estado do Rio de Janeiro para fechar contrato ainda irá receber o primeiro mês grátis para aproveitar a solução e conhecê-la na prática.

Além disso, as unidades Centro (Rua General Caldwell, 222) e Niterói (Rua Noronha Torrezão, 362) funcionarão em esquema de plantão, com horário estendido das 9h às 17h. Os gerentes das 5 unidades fluminenses estarão presentes nesses plantões para fechar contratos para cada uma de suas unidades.

Já em Botafogo (Rua Arnaldo Quintela, 52), Maracanã (Rua São Francisco Xavier, 842) e São Cristóvão (Rua General Bruce, 62) irão funcionar no horário padrão para os sábados, das 9h às 13h, mas também com as mesmas condições para contratação presencial.

O 1° mês grátis não é valido para contratação por internet ou telefone justamente para incentivar que o novo cliente vá conhecer a unidade.

Trabalhamos com aluguel de boxes que vão de 2m² até 100m² pelo período de 30 dias, podendo ser renovado indefinidamente pelo tempo que o cliente desejar. Pessoas físicas, por exemplo, podem usar a solução para guardar móveis durante um período de reforma, manter bens de valor sentimental que estão ocupando espaço em casa ou mesmo para guardar malas, documentos, entre outros.

Já pessoas jurídicas costumam encontrar no self storage uma ótima solução para estoque, arquivo morto, centro de distribuição etc.

Claro, você pode acompanhar nossas dicas de uso do self storage tanto para pessoas físicas quanto jurídicas toda segunda e sexta aqui no Blog.

Felizmente, o setor de self storage está em franco crescimento no Brasil e novas unidades têm aparecido em diversas cidades do País. Contudo, nem todas tem o mesmo padrão de qualidade, especialmente se a base de comparação forem as nossas instalações.

Mas afinal, quais são os diferenciais que uma pessoa deve procurar quando for alugar um box de self storage?

Fizemos uma lista com alguns dos pontos que consideramos mais importantes. Confira:

Alarmes individuais nos boxes

Muitas empresas do setor anunciam a existência de alarmes, mas é importante que eles sejam individuais e não um único dispositivo para toda a instalação. O alarme coletivo funciona bem para o período em que a unidade está fechada, mas no horário de funcionamento, fica desativado, não proporcionando a segurança desejada.

Somos a única empresa que conta com essa tecnologia em todas as suas unidades.

Variedade de espaço

Além de oferecer espaços de diferentes tamanhos para suprir as diversas necessidades de pessoas físicas e jurídicas, no GuardeAqui o cliente tem a vantagem de poder mudar facilmente de espaço de um período para o outro.

O que é muito útil em diversas situações. Por exemplo, se você compra um estoque muito grande de produtos (talvez para conseguir um bom preço), pode optar por um box maior e ir reduzindo o espaço conforme for vendendo suas mercadorias. Isso evita um custo fixo elevado como acontece nos galpões logísticos.

Já uma família em reforma pode guardar todos seus bens no começo da obra e ir reduzindo o espaço contratado e o custo conforme a reforma for avançando e os cômodos da casa puderem receber os bens novamente.

E se você não sabe qual o tamanho ideal para sua necessidade, não se preocupe, podemos ajudar.

Contrato mensal descomplicado

Um dos grandes diferenciais de nosso modelo de negócio é oferecer contratos mensais, sem burocracia e necessidade de fiador ou seguro-fiança. Você vem, escolhe o tamanho do box que deseja e assina o contrato. Pronto.

Se quiser renovar por mais um mês, é só pagar a próxima fatura. Se quiser desocupar o box, é só nos avisar que não ficará o próximo período, retirar suas coisas e deixar a porta aberta.

Além disso, você não precisa se preocupar com conta de água, luz ou outros tributos. Você paga apenas o que está no contrato. Simples, não é?

Limpeza e organização

É claro que você não vai deixar bens importantes (seja pelo aspecto financeiro ou emocional) em qualquer lugar. Em nossas unidades, além de equipes de limpeza contamos com certificados de controle de pragas e dedetização periódica.

Outros diferenciais

Claro que, ao procurar um self storage, seu objetivo é encontrar um local seguro e prático para guardar seus pertences a um custo justo. Mas isso não significa que você não possa receber mais do que estava esperando.

Em nossas unidades, por exemplo, você conta com wi-fi gratuito, workstation e sala de reunião. Sem nenhum custo adicional. Além disso, temos uma parceria com a Regus, líder nacional em espaço de co-working, para facilitar a vida daqueles que estão começando um negócio.

Por fim, você ainda pode contar com nosso app para tornar sua vida ainda mais fácil e ajudar a manter seus bens e seu box bem organizados.

Venha conhecer uma de nossas unidades e descubra porque ninguém oferece tantos diferenciais quanto a gente.

A partir de hoje (01/04), os comerciantes que alugarem um box de qualquer tamanho só pagarão o aluguel após o Dia das Mães (11/05). A promoção busca auxiliar os comerciantes com seus estoques para a data e, por isso, só é válida para pessoas jurídicas ligadas ao setor de varejo, sendo necessária a apresentação de CNPJ para firmar o contrato.

A iniciativa repete a campanha empregada com sucesso no Natal, apoiando os varejistas em um momento em que o fluxo de caixa está comprometido com a aquisição dos estoques para as vendas de Dia das Mães e a contratação de colaboradores adicionais para auxiliar no atendimento aos consumidores.

Vale lembrar, esta é a segunda data mais importante para o comércio, ficando atrás justamente do Natal.

Nossa ideia é oferecer um “respiro”, “jogando o pagamento para a frente”, permitindo que o lojista pague o espaço após já ter realizado as vendas e recebido por boa parte delas (sabemos que alguns pagamentos podem levar algum tempo para cair).

A ação vale para toda a nossa rede, que conta com 24 unidades em operação e 1 em desenvolvimento espalhadas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, além do Distrito Federal.

O que as pessoas consideram prioridade na hora de escolher uma casa ou apartamento mudou muito nos últimos anos. Se, antes, o principal fator era espaço, hoje é localização. Apartamentos com 45m² ou menos já respondem por cerca de metade dos lançamentos em São Paulo nos últimos anos, segundo dados do Sindicato da Habitação (Secovi-SP).

O que não mudou é o desejo das pessoas de receber parentes e amigos em casa, seja para um aniversário, outro tipo de confraternização ou apenas para aproveitar a companhia de pessoas queridas e “jogar conversa fora”. Outro ponto comum na história é que sempre que as pessoas se reúnem para celebrar, independentemente do motivo, há comida!

Claro, com a mudança de padrão de espaço nos lares, e mesmo do tamanho médio das famílias – no Brasil da década de 1970, cada núcleo familiar era composto por 7,8 pessoas em média, hoje são 3,7, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) –, também foram reduzidos os espaços das cozinhas, o tamanho das panelas e os locais para guardar todos esses utensílios. Até porque, conforme revela pesquisa realizada entre maio de 2016 e junho de 2017 pela consultoria internacional Kantar Worldpanel, 53% dos brasileiros fazem a maior parte de suas refeições fora de casa.

Se, contudo, você não abre mão de se alimentar em casa e oferecer aquela refeição caprichada para as visitas, há algumas soluções.

Primeiro, você guardar suas panelas, frigideiras, caçarolas, liquidificador e mesmo a louça (pratos, travessas, bowls etc.) e prataria (conchas, colheres, pegadores, garfos e facas) em uma de nossas unidades de self storage. Temos 25 delas, todas bem localizadas e com segurança 24h, para você poder guardar ou pegar os itens que precisa com praticidade – confira as localizações.

Dá, por exemplo, para sair do trabalho, passar na unidade pegar os utensílios necessários para o jantar com os amigos e, no outro dia, passar devolvê-los antes do expediente. O que também evita bagunça em casa, certo? Ah, quer dicas de como arrumar o seu box? Nós também temos, veja!

Além disso, se você estiver sem tempo para cozinhar, quiser fazer algo diferente ou simplesmente ter a tranquilidade de chegar com tudo pronto e não ter o trabalho de lavar e guardar tudo depois, há uma série de opções no mercado. Desde chefs que vão cozinhar na sua casa até buffets que podem servir um cardápio completo, seja em estilo americano (prato pronto) ou self service, até uma degustação de canapés ou finger foods.

Obviamente, chefs, empresas de buffet ou mesmo os empreendedores que querem trabalhar com alimentação também podem aproveitar o self storage para guardar os itens que usam para preparar as refeições ou servi-las. Até porque, essas empresas costumam ter muito mais material do que usam em cada um dos jantares ou almoços que servem.

Ah, vale lembrar, é possível guardar alimentos no seu box, mas apenas os não perecíveis e devidamente acondicionados.

Começou no dia 7 de março e vai até 30 de abril o prazo para enviar a declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) referente aos ganhos financeiros de 2018. “Enfrentar o leão” causa calafrios em muitas pessoas, mas este ano, pelo menos, o processo está mais simples.

A Receita Federal unificou os programas de preenchimento e envio da declaração e aproveitou para deixar tudo um pouco mais leve e fácil de preencher. Para ajudar, você pode acessar o site da receita e baixar o programa clicando aqui.

Deve declarar o IRPF todo residente em território nacional que tenha recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70; receita bruta advinda de atividade rural superior a R$ 142.798,50; rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte a partir de R$ 40 mil; tenha operado na bolsa de valores, de mercadorias, de futuros ou semelhantes; ou tenha propriedades valendo R$ 300 mil ou mais. Claro, também há gastos que podem gerar deduções no Imposto de Renda, como os investimentos em educação ou saúde. As dúvidas podem ser sanadas pelo site da receita.

Seja para comprovar os rendimentos ou as deduções, é necessário anexar as notas fiscais, comprovantes de rendimento das fontes pagadoras e de gastos dedutíveis, além de outros documentos comprobatórios. Legalmente, esses documentos devem ser guardados por cinco anos, sendo que a Receita Federal pode solicitá-los a qualquer momento.

Para não transformar sua casa em um grande espaço para arquivos, nós temos a solução ideal. Em nossos boxes, seus documentos permanecem guardados em segurança pelo tempo que você precisar e com a vantagem adicional de estarem em um local de fácil acesso. Além disso, contamos com boxes de 2m² próprios para a guarda de caixas com papelada ou outros objetos pequenos que não tenham utilização no dia a dia, como malas de viagem. Saiba mais em nosso site.

Diferente do Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, o Dia Mundial da Infância, celebrado ontem (21/03), ainda é pouco conhecido. A data, desassociada de qualquer fator comercial, tem uma vocação bastante nobre: conscientizar os pais sobre a importância de garantir uma boa formação sociocultural aos pequenos.

Isso significa oferecer educação, alimentação, proteção, incentivar a leitura desde cedo e, claro, brincar também faz parte desse processo. Jogos e atividades lúdicas podem ajudar a desenvolver habilidades sociais, raciocínio, memória, coordenação motora, noção de espaço e muitas outras capacidades psicomotoras.

É clichê, mas na infância as crianças são, realmente, esponjas de informação. E em todos os sentidos. Da mesma forma que ler cotidianamente para uma criança pode ajudar na alfabetização e no desenvolvimento intelectual, aulas de dança, andar de bicicleta ou jogar bola podem ajudar a desenvolver o equilíbrio e a coordenação motora, influenciando muito além do que aquele momento.

Obviamente, todas essas atividades vão gerar lembranças incríveis. A primeira bicicleta, o livro que tinha que ser relido toda noite, a chuteira do primeiro gol, a roupa da primeira apresentação etc. Alguns brinquedos, livros e outros bens serão quebrados ou doados ao longo do tempo. Os demais você pode querer guardar para sempre, quem sabe para seu filho usar com os filhos dele.

Para esses casos, não precisa transformar sua casa em um armazém ou fazer um templo da nostalgia, conte com a segurança 24 horas e a praticidade de nossas unidades. Certamente tem um #CadeadoAmarelo pertinho de você. E você ainda pode usar a oportunidade para ensinar suas crianças a importância de manter a casa arrumada!

 

Figurino, maquiagem, adereços de palco, cenários e as ferramentas para preparar tudo isso. Quem vai ao teatro não costuma pensar em nenhum desses itens necessários para “a mágica acontecer”, apenas se deixa encantar pelas atuações, canções e histórias.

Mas além de ensaios, divulgação e criação de cada espetáculo há muito trabalho envolvido e muitos materiais que precisam de espaço para serem armazenados. Além disso, cenários de uma peça de sucesso precisam de um local seguro para ficar após toda uma temporada. O mesmo vale para o figurino, que, mesmo após o espetáculo sair de cartaz, não é descartado e pode ser reaproveitado no futuro.

Não tem drama. A melhor solução para sua companhia é vir para o #CadeadoAmarelo. Com 25 unidades, certamente temos uma localização conveniente para você e sua trupe guardarem com segurança e praticidade todos os bens necessários.

Aproveite o Dia do Teatro (21/03) e venha nos conhecer. Você pode até usar suas habilidades como ator para convencer nossos gerentes a te dar um desconto!

“São Longuinho, São Longuinho me ajuda a achar minha chave que dou três pulinhos”. Quem nunca recitou ou ouviu alguém pronunciando o versinho e pedir ajuda ao santo, normalmente quando já está atrasado para algum compromisso?

Hoje, no dia de São Longuinho, vamos dar uma folga ao santo das coisas perdidas e ajudar você a por ordem na sua casa. Afinal, com tudo em seu lugar, é muito mais difícil perder alguma coisa.

Normalmente, o grande problema é que temos mais bens do que precisamos. Para resolver a questão, o ideal é praticar o desapego, separar os bens por tipo e determinar um local para cada um deles. Nada de misturar livros e documentos, roupas e toalhas etc. Claro, por a casa em ordem é uma tarefa árdua, mas pode ser mais fácil do que você imagina. Especialmente se você empregar método no processo. Uma das metodologias de maior sucesso atualmente é a KonMari, que já explicamos aqui no Blog.

Outra dica e usar aplicativos para manter tudo em ordem. Eles podem te ajudar não apenas a recordar onde estão as coisas, mas a ter mais racionalidade e aproveitar melhor o seu dia. Nós fizemos uma lista com os 3 aplicativos que mais gostamos, conheça.

Agora, para aqueles itens que você não consegue ou não quer desapegar, mas também não tem como manter em casa, conte conosco! E, claro, nós também temos um app para você manter tudo que está em box bem organizado.

Corra já para o #cadeadoamarelo e dê uma folga a São Longuinho!

 

Provavelmente você já ouviu falar de Marie Kondo. Com 34 anos, Marie figura na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, segundo a revista Time, graças às mais de 7 milhões de cópias vendidas de seus livros sobre organização. Se ainda não leu algum exemplar, há chances para você conhecê-la na série da Netflix Tidying Up with Marie Kondo (Ordem na casa com Marie Kondo, no catálogo em português).

Se você precisa colocar ordem na sua casa ou no seu box, as lições e o método de organização ensinados por Marie são valiosos. Talvez esteja meio sem tempo para ver a série ou ler os livros, então, separamos 10 dicas de ouro (9 são dela e uma nossa) para te ajudar.

Esperamos que, com tudo mais organizado, você possa relaxar um pouco e, quem sabe, procurar conhecer o método KonMari direto na fonte.

  1. Não arrume o local

É normal que as pessoas arrumem um cômodo da casa por vez, mas Marie avisa que isso é ineficiente. O ideal é separar tudo em categorias e arrumar todos os itens daquele conjunto, independentemente do local onde eles ficam.

Segundo sua metodologia, o ideal é dividir as tarefas em 5 categorias: roupas, livros, papelada, komono (termo japonês para pequenos itens variados) e itens de apego emocional.

Para arrumas as roupas, por exemplo, deve-se juntar todas peças de vestuário em um único local, o que permite ver o todo, e então fazer um filtro do que se deve manter ou não, pegando peça por peça na mão. Marie acredita que é importante agradecer as peças que serão “descartadas” por tudo de bom que já representaram na sua vida antes de desapegar.

O que nos leva para a segunda dica.

  1. Desapegue

Descartar tudo o que não te traz felicidade é, provavelmente, o principal pilar da filosofia KonMari. Até por isso é tão importante pegar um item de cada vez.

Ficou na dúvida? Marie afirma que se você não conseguir decidir se um bem te traz felicidade e deve ser mantido ou não, vá para um que você tem certeza. A decisão simples irá facilitar a comparação e ajudar no processo.

  1. Não pare

Você já teve aquela sensação de que a arrumação nunca vai terminar e que precisa de uma parada? Ou acredita que manter uma casa arrumada é um processo contínuo? Para Marie, você está errado!

A especialista é categórica ao afirmar que a arrumação deve ser feita de uma vez. Começou, termine. Retirou, devolva. Ou você irá se tornar um refém da arrumação e não acabará nunca.

  1. Atenção à papelada

Muitas pessoas perdem documentos importantes durante a arrumação da casa. É fundamental separar um local para agrupar todos os papéis que foram aparecendo durante o processo.

No momento certo (depois de lidar com roupas e livros, para Marie) você irá arrumar todos de uma vez. E lembre-se, mantenha apenas o essencial.

  1. Cada coisa em sua caixinha

Isso não significa guardas os sapatos e outros itens nas caixas, mas ter um local próprio para cada coisa. Aliás, Marie é contra comprar organizadores de espaço. Ela recomenda que se usem caixas de sapatos e outros tipos para manter tudo separado.

  1. Nada de empilhar

Colocar um artigo sobre o outro é uma armadilha. As coisas que ficam por baixo provavelmente não serão usadas e, por isso, poderiam ser descartadas. Tudo deve ficar visível para ser acessado facilmente.

As roupas devem ficar dobradas uma ao lado da outra e você pode utilizar caixas de sapato ou semelhantes para separar os diversos tipos de roupas, como camisetas, roupa íntima e meias (que não devem ser enroladas! Isso ocupa mais espaço e estraga o elástico). Peças muito delicadas ou muito pesadas são as únicas exceções.

  1. Faça sozinho

Arrumar deve ser um trabalho individual. Até pelo processo de desapegar. Se você mora com mais pessoas, cada uma deve cuidar da sua roupa, por exemplo. E você pode dividir as tarefas: uma pessoa fica responsável pela garagem e outra pela cozinha etc.

Você pode colocar uma música ou aproveitar o silêncio, mas saiba que este deve ser um momento só seu. Aproveite para refletir!

  1. Não peça aprovação

No caso de você compartilhar a casa e dividir tarefas, não fique submetendo seu trabalho ao crivo do outro. Marie aponta que é comum os pais acharem que seus filhos estão descartando mais do que deveriam. O segredo aqui é aprender a confiar, o que pode, inclusive, aprimorar as relações pessoais.

  1. Adquira hábitos positivos

Não adianta arrumar tudo em um dia para voltar à bagunça uma semana depois.

Apesar de a primeira arrumação ser mais demorada, manter tudo em ordem é mais fácil. Novamente, vale a regra do “tirou, devolve”, “sujou, lave” e assim por diante.

  1. Para toda regra há exceção

Se você seguiu todas as recomendações e ainda não tem espaço suficiente ou se não consegue se desapegar de algo, mesmo sem espaço em casa, não esquenta.

Estamos aqui para te ajudar!

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.