15 dez/14

O verão está logo aí: Já pensou no que fazer com as roupas de inverno?

Self Storage

O inverno passou, estamos na primavera e a única certeza que temos é: o verão está chegando. Inevitavelmente, aquele casaco pesado, a bota de couro, os cachecóis, meias calça e blusas de manga comprida, darão lugar a looks arejados e peças de tecido mais fino como saias, shorts, leggings, camisetas e até cardigans – aqueles casaquinhos mais finos. Até aí sem problemas, mas para que o clima não esquente também dentro de casa, é importante se preparar: você já pensou onde vai guardar as roupas de inverno para mantê-las preservadas?

Quando armazenadas de maneira imprópria, as roupas – inclusive as de cama, mesa e banho – , principalmente de tecido mais grosso, podem acumular sujeira e ácaros, criar bolores e atrair insetos como traças, o que prejudica não apenas a própria peça como todo o ambiente onde ela está armazenada e o pior, a sua saúde. Antes de guardar as peças de inverno, é importante higienizá-las corretamente e ter alguns cuidados básicos de armazenagem para que, quando o inverno voltar, elas estejam em ótimo estado para que você as reutilize. Nós destacamos os 3 principais:

1. Higienize as peças

Antes de qualquer coisa, é muito importante que as roupas a serem guardadas estejam limpas e completamente secas. O suor – que não necessariamente apresenta odor e por isso pode ser imperceptível – ou a umidade, podem ser absorvidos pelo tecido, prejudicar suas fibras e vir a causar manchas, bolor e mau cheiro. Além disso, elas se tornam o local perfeito para a hospedagem de bactérias e ácaros, que, apesar de terem vida curta (50 dias em média), se reproduzem rapidamente aos milhões. Uma dica que podemos te dar é: quando for lavar essas peças, prefira um produto que tenha ação bactericida.

2. Atente-se ao material da embalagem

Um dos principais erros cometidos pelas pessoas é, na hora de escolher o material da embalagem para suas peças. Tecidos como couro e seda, por exemplo, por serem naturais precisam respirar ainda mais que os outros, e uma boa opção para embalá-los é o tecido não tecido, mais conhecido como TNT – prefira cores mais escuras para reduzir a incidência de luz e evitar o amarelamento do tecido. Outra excelente opção, normalmente utilizada para guardar peças maiores como edredons e cobertores, são os sacos a vácuo. Eles otimizam o espaço físico – ao contrário das caixas – e permitem que o tecido respire, evitando a umidade, e, por sua vez, o bolor, como é o caso dos sacos plásticos.

3. Armazene no local adequado

Por fim, as roupas estão devidamente higienizadas e embaladas, prontas para serem armazenadas. Mas onde fazer isso? Bom, você tem duas opções: caso tenha espaço de sobra em casa, um cômodo que possa ser utilizado apenas para esta finalidade sem atrapalhar a organização da sua residência, faça-o. É importante ressaltar que, este deve ser um ambiente arejado, livre de umidade, poeira, insetos e roedores. Caso você não possua esse local em casa, a melhor solução é apostar em locais alternativos de armazenagem onde você tenha liberdade de acesso para colocar ou retirar peças de roupa, roupa de cama, mesa e banho a hora que precisar.

Aconselhamos que você vá até um self storage, onde você aluga um espaço privativo, proporcional ao volume de peças de inverno que você precisa armazenar e acomode suas roupas em um box preparado para receber este tipo de bem, com dedetizaçoes, limpeza e tratamentos periódicos. Além disso, devido ao fato de o self storage oferecer modelos de contratação flexíveis, você pode manter suas peças apenas durante o inverno, sem burocracias de contrato.

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.