19 jun/18

Modalidades de crédito ajudam empreendedor a abrir ou ampliar sua empresa

Ter o próprio negócio é o sonho de muita gente. São ideias e planejamentos que, quando colocados em prática, podem esbarrar em um detalhe importante: a falta de recursos.  Então, o que fazer para driblar esse contratempo e levar adiante o novo empreendimento.

 

Uma possibilidade é o capital de giro. Trata-se de um instrumento que os bancos oferecem para a compra de insumos ou pagamento de obrigações enquanto o dinheiro da venda dos produtos não entra no caixa. Geralmente possui taxas vantajosas e um bom relacionamento com a instituição pode render condições ainda mais favoráveis.

 

Existem várias formas de empréstimo de capital de giro com pagamentos mensais, bimestrais, semestrais ou de uma vez ao final do contrato. Para realizar a negociação, é preciso ter empresa formalizada, ativa e procurar o gerente do banco para que seja feita uma análise de crédito.

 

Outra opção é o investimento fixo. São operações de crédito a longo prazo que visam financiar todas as etapas que fazem parte de uma empresa como implantação, expansão, modernização, reposição de peças e equipamentos. Com taxas interessantes, serve para financiar o ativo imobilizado da companhia, ou seja, os elementos que possuem uma permanência duradoura e que são voltados para o funcionamento do negócio.

 

Há ainda o investimento misto, que é uma mescla dos dois anteriores, pois é um capital de giro associado ao investimento. Ocorre quando o empreendedor financia um equipamento e precisa de determinado valor (capital de giro) para comprar matéria-prima, por exemplo. Esse tipo de empréstimo tem taxas de de juros pré-fixadas, é voltado para o longo prazo e há carência.

 

Existem ainda outras opções de financiamento. Para saber qual é a mais indicada para a sua empresa, é fundamental consultar especialistas do setor ou mesmo o gerente que atende sua empresa no banco. Eles fornecerão informações importantes, que ajudarão na consolidação do seu negócio.

Com a questão financeira resolvida, chega a hora de colocar a mão na massa. Procure ser organizado, não só com suas finanças, mas também com um local adequado para deixar seus produtos e documentos como, por exemplo, os boxes do GuardeAqui. No maior self storage do Brasil (auto armazenamento em inglês) há opções para as empresas de todos os tamanhos. Confira a que mais se adequa ao seu perfil e conte com o GuardeAqui sempre que precisar.

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.