08 fev/19

Loja compartilhada + self storage: um combo vencedor

Já falamos aqui no blog sobre a praticidade de contar com a combinação de um escritório co-working e self storage. Mas e se você for lojista? Qual a saída para quem precisa de um espaço para expor e vender produtos?

A solução é um modelo de negócio conhecido com loja colaborativa, que está começando a se disseminar pelo Brasil. Uma loja colaborativa costuma funcionar de forma bastante semelhante ao self storage. Cada empresário aluga um espaço para expor seus produtos e passa a contar com a estrutura do local (espaço e vendedores), sem ter que pagar valores adicionais por luz, água e outros tributos. Uma diferença importante é que enquanto o self storage é uma solução, focada em disponibilizar espaço sobre medida para sua casa ou empresa, nas lojas compartilhadas você está contratando uma estrutura com gerentes e vendedores para anunciar seus produtos e vendê-los ao público.

De forma complementar, enquanto no self storage você só paga pelo aluguel de espaço, sem se preocupar com tributos como IPTU, água, luz etc., nas lojas compartilhadas é possível, de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que você seja cobrado também por tributos incidentes sobre os produtos comercializados, como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), e taxas referentes a meios de pagamento, como o cartão de crédito.

As principais vantagens do modelo, além do custo reduzido, costumam ser:

  • O local da loja, usualmente instaladas em pontos nobres que um pequeno empresário teria dificuldade de bancar sozinho;
  • Custos de divulgação da loja e dos produtos compartilhados;
  • Possibilidade de parceria com outros empresários, complementando o negócio e criando networking; e,
  • Custos compartilhados para contratação e manutenção de funcionários, que irão trabalhar para todas as empresas instaladas no espaço.

Uma tendência nesse mercado é o de lojas que trabalham com foco em um público específico. Por exemplo, lojas focadas em produtos para crianças poderiam alugar espaço para um produtor de calçados, outro de vestuário, um de brinquedos etc.

Claro, com o espaço nobre, mesmo com custo compartilhado, não sobra espaço para dedicar ao estoque. Mas tudo bem, porque você sabe que para isso não há solução melhor que o self storage. Então lembre-se, precisou de espaço, corre pro #CadeadoAmarelo.

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.