04 jun/14

Armazenagem na logística

Armazenagem na logística

Como vimos em artigos anteriores, a logística é fundamental para a sobrevivência de qualquer empresa, afinal estão atribuídas à ela as seguintes funções:

  • Recepção e processamento das encomendas.
  • Gestão da Logística ao nível da prestação do serviço ao cliente.
  • Gestão de Transportes – tipo e modo de transporte do produto final, produto semi-acabado ou matéria-prima.
  • Gestão Física dos Armazéns – e movimentação interna de produtos e materiais.
  • Gestão de Estoques – do produto final, matérias-primas, semi-acabados e em curso de fabricação.
  • Planejamento agregado da produção juntamente com a gestão de produção.
  • Sub-contratação da capacidade produtiva de terceiros.
  • Gestão de Insumos – disponibilização de matéria-prima, embalagens, produtos semi-acabados, etc.
  • Gestão de Sistema de Informação de Suporte à função da Logística.

Todas estas funções tem um denominador comum que faz uma grande diferença e tem grande influência sobre elas: a armazenagem.

Há alguns anos o conceito de armazém era definido apenas como um local para guardar materiais.

Hoje em dia, este conceito mudou um pouco, pois na logística, a armazenagem influencia na produção e até mesmo nas finanças da empresa.

Isso quer dizer que o objetivo da armazenagem é estar provido de espaço para o fluxo de materiais entre as funções comerciais e operacionais que em grande parte não mantem uma frequência de fluxo, variando em função da demanda e capacidade de produção. Ter um sistema de armazenagem que funcione corretamente, significa redução de custos para as empresas e satisfação de seus clientes.

Como a armazenagem pode ajudar na redução de custos de uma empresa?

As empresas se baseiam nos seguintes itens ao afirmar que a armazenagem é fundamental para a o crescimento de seus negócios:

  • Práticas operacionais;
  • Administração de inventários;
  • Técnicas de movimentação de materiais;
  • Métodos de estocagem;
  • Processamento de pedidos;
  • Administração de tráfego;

A armazenagem correta garante inúmeros benefícios, entre eles a centralização de remessas, o que aumenta a visibilidade dos pedidos, fornecendo informações que não eram capturadas e assim as empresas otimizam o tempo de produção até sua distribuição. Utilizando um Sistema de Relatório de Pedido em Aberto é possível medir o impacto dos atrasos de produção em operações de remessas e atendimento ao cliente, enquanto é possível rastrear questões de pedidos em aberto. Essas informações são usadas para identificar e corrigir problemas durante o processo de armazenagem assim como para manter os clientes informados do status de seu pedido. Ao gerenciar as questões de pedidos em aberto, a equipe de vendas preocupa-se mais em vender do que em resolver estes problemas, elevando assim o crescimento da empresa em um patamar super positivo.

Em épocas comemorativas, todas empresas aumentam seu nível de produção de mercadorias, porém nem todas dispõem de galpões de armazenagem suficientes para guardar todo seu estoque de materiais ou produtos finais. Por isso mesmo, elas contam com o self storage, como aliados no processo de armazenagem dos seus produtos, sendo ele, uma extensão da sua empresa, inclusive porque geralmente as empresas de armazenagem self storage, estão localizadas em pontos estratégicos das cidades, facilitando assim o transporte das mercadorias para os seus clientes.

Nota-se então que a armazenagem é uma peça fundamental na logísitica e que o self Storage é um dos aliados para que o crescimento da empresa seja organizado e estratégico.

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.