19 set/17

4 negócios para investir nos próximos anos

Quem nunca pensou em abrir o próprio negócio e empreender? Após a crise econômica recente, muitos brasileiros começaram a olhar o empreendedorismo com outros olhos e uma oportunidade única de fugir de momentos turbulentos na economia.

Pensando nisso, listamos aqui alguns dos mercados mais promissores para se investir nos próximos anos. Confira:

1 – Mercado Pet

O mercado de produtos e serviços voltados ao segmento de animais domésticos é um dos que mais cresce no Brasil. Dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), indicam que, no ano passado, esse segmento faturou R$ 19 bilhões, ou cerca de 5,7% acima de 2015. Sinal dessa evolução é que hoje, ao contrário de tempos atrás, num giro rápido pelas grandes cidades é fácil identificar padarias, hotéis e creches exclusivas aos pets.

Saiba mais sobre como empreender neste segmento.

2 – Mercado alimento e bebidas

O mercado de bares e restaurantes é o que oferece o maior número de empregos no Brasil, junto com a construção civil. O setor é responsável direto por 2 milhões de pequenos negócios e a geração de, no mínimo, 5 milhões de empregos. Além da expansão anual, que gira em torno de 10%, há cerca de 450 mil novas oportunidades de emprego por ano, segundo dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Saiba como empreender neste segmento.

3 – Mercado fitness

A preocupação do brasileiro com a saúde e a estética tem refletido de maneira positiva no setor fitness. Para se ter uma ideia dessa relevância, o País possui cerca de 32 mil academias, o que responde pelo maior número em toda América Latina, ficando na segunda posição mundialmente, atrás apenas dos Estados Unidos. São quase 8 milhões de alunos e um faturamento na casa dos US$ 2,4 bilhões, segundo dados da IHRSA (International Health, Racquet&SportsclubAssociation).

Saiba como empreender neste segmento.

4 – Mercado de e-commerce

Os números impressionam. Segundo a Ebit, empresa especializada em informações de comércio eletrônico, o setor movimentou R$ 53,4 bilhões em 2016, 11% a mais do que em 2015. Isso em um ano em que a economia nacional recuou 3,6%. Para 2017, a expectativa é que o e-commerce brasileiro movimente R$ 59,9 bilhões, o que equivaleria a uma alta de 12,2%. A expectativa para o futuro é igualmente positiva. Com o aumento da inclusão digital, o comércio eletrônico deve continuar prosperando a dois dígitos por um bom tempo.

Saiba como empreender neste segmento.

E se você deseja empreender, provavelmente precisará de um espaço só seu para guardar seu estoque ou arquivos. Para isso, o GuardeAqui pode ser um grande aliado. A empresa aluga espaços para armazenagem com um preço bem mais em conta do que o aluguel de uma loja física – podendo funcionar, inclusive como um centro de distribuição.

Além disso, o empreendedor pode utilizar o GuardeAqui para promover encontros com seus clientes, pois todas unidades contam com salas de reunião e sistema de Wi-Fi gratuito para uso de internet.

Apenas o empreendedor e seus funcionários autorizados têm acesso ao box locado. E é possível organizar os produtos em ambiente arejado, limpo, claro, seguro. Sem se preocupar com custos adicionais de IPTU, luz e água.

O GuardeAqui é, sem dúvida, uma solução eficiente e de baixo custo para o empreendedor. Saiba mais em www.guardeaqui.com

O GuardeAqui é muito mais que uma guarda móveis, é o maior e melhor self storage do Brasil com mais de 120.000m² de área e 25 unidades pelo país.